Tópico Oficial Gears 5 | "That's FIVE, motherfuckers!"

sleepsz

Jogador
231
134
salvador
Dadkman
Sep 12, 2019
0
Gráficos excelentes mas o game é a mesma coisa do anterior, corredor atira atira nada de mais. Fora os bugs que teve até perdi o save.. história fraca final fraco. Preferia o marcus Collapse

Não há nota que sobreviva a isso, como o cara dá zero por gears ser igual ao anterior? Mano se eu jogo um game que já esta na sua sexta aparição, certamente é pq estou acostumado com a jogabilidade, notas devem ser justas, claro que o game não é 10/10, um 9/10 com um bom esforço, mas certamente acima de 8,5 ele é.
 
  • Curtir
Reações: Gustavo_RVieira

Geraldojrsb

Jogador
121
31
Brasil
eu vi críticos baixando a nota do game porque os servidores tavam ruins pra jogar a campanha em coop.

gears: oferece coop na campanha, mas com servidores ruins durante dois dias - vamos baixar a nota

uncharted 4: não oferece coop na campanha pra não ter que gastar com servidor, não baixa a nota

por essa lógica, oferecer COOP na campanha mas ter servidor ruim por dois dias É PIOR que não oferecer coop nunca pra não gastar com servidor.

ta çerto
 

CaioNF

Novato
831
638
O jogo agora tem dois grandes estilos de jogo no versus. Um é o modo Arcade, mais acessível a todos os jogadores, pois não exige muita curva de aprendizado. Esse modo de jogo não tem rankeada.
O outro modo de jogo é o clássico. Este pode ser jogado casualmente ou rankeado. Dentro do jogo clássico existem diversos modos jogo (mata-mata, rei do pedaço, Guardião...). Mas todos eles requerem um certo domínio da gnasher. Mas o uso das armas do cenário são muito importantes também e desequilibram a partida.
Eu não sei ensinar como aprender a jogar com a gnasher de outra forma que não seja morrendo e tentando. Eu não sou excelente jogador de Gears, já fui bem melhor que hoje. Alguns meses sem jogar e você perde o jeito e precisa recuperar a forma. As dicas que posso te dar são: aumentar muito a sensibilidade do giro do personagem (o padrão é 10, coloco em 20) e da mira (eu não aumento muito porque se não fica impraticável usar outras armas, deixo em 15). Não altero a velocidade no zoom. Outra dica é: muitas vezes não precisa mirar (LT) para atirar com a gnasher. Chega perto e atira no tiro livre. Última dica: recarga ativa faz a diferença entre matar e morrer muitas vezes na disputa de gnasher .
Não sei fazer aquelas técnicas insanas de sambar pelas paredes como eu vejo uma galerinha viciada fazer... Mas se você aprender vai ter muuuita vantagem também.

O modo versus por bot fica destacado ao lado do Arcade e do casual clássico, se nao me engano.
O melhor esquema pra usar a gnasher é mirar e soltar rapidamente, você concentra melhor o tiro (a uma distância próxima pra média). Quando está muito perto vai no tiro livre mesmo.
Pra sambar na parede (curti a nomenclatura), você manda colar na parede e aponta o direcional pro lado oposto quando estiver chegando. Um pouco de prática e você aprende rápido.
 
  • Curtir
Reações: Senta a pua

ronabs

Opa
Moderador
12,037
23,193
Porto Alegre
eu vi críticos baixando a nota do game porque os servidores tavam ruins pra jogar a campanha em coop.

gears: oferece coop na campanha, mas com servidores ruins durante dois dias - vamos baixar a nota

uncharted 4: não oferece coop na campanha pra não ter que gastar com servidor, não baixa a nota

por essa lógica, oferecer COOP na campanha mas ter servidor ruim por dois dias É PIOR que não oferecer coop nunca pra não gastar com servidor.

ta çerto
Sim?

Imagina a seguinte situação:
  • Você vai no restaurante A, pede um hamburguer normal e recebe o seu hamburguer normal;
  • Você vai no restaurante B, pede um hamburguer com bacon e recebe seu hamburguer sem bacon.
Qual dos dois errou? Qual dos dois entregou menos do que disse que entregaria? A lógica aqui é a mesma, Gears disse que entregaria um monte de coisa mas não deu conta de entregar esse monte de coisa redondinho no lançamento, ninguém chegou na Coalition obrigando eles a fazerem isso, eles quiseram por vontade própria. E servidores ruins por dois dias é gentileza, eu tive problemas seis dias após o lançamento da versão Ultimate somente na campanha, quem joga MP enfrenta alguns problemas até hoje e já são nove dias, uma passada rápida pelas últimas postagens do subreddit de Gears (que tem quase 60k inscritos) me mostra seis pessoas com problemas distintos na última hora.

Sobre o teu exemplo de Uncharted, de descontar nota porque não tem coop, eu posso descontar nota de Gears 5 por não ter um modo em primeira pessoa, já que Red Dead Redemption 2 tem? Ou posso descontar nota de Gears 5 por não ter um sistema de combo e pontuação, já que Vanquish tem? Ou descontar pontos de Forza Horizon 4 porque as regras automobilísticas não são tão fiéis quanto Forza Motorsport 7? Não faz sentido avaliar dessa forma, buscar elementos que o jogo não se propõe a executar porque outros fizeram, eu não posso fazer um negócio desses se eu quero que a minha opinião seja levada minimamente a sério.

A gente precisa entender que jogos são avaliados (ou, em alguns casos, deveriam ser avaliados) em relação àquilo que eles se dispõem a fazer, o 0-100 representa a avaliação média da execução da sua própria proposta. Eu tenho visto muita gente falando que Gears 5 é seu Gears preferido, mesmo que a sua avaliação crítica de algum outro jogo da franquia seja melhor. E por que isso acontece? Porque as propostas são distintas, a execução é distinta, própria de cada jogo e adaptada à época em que ele foi jogado, a ambição que se propõe a entregar, as cartas que ele coloca na mesa.
 
Última edição:

TiagoCruz85

Jogador
275
165
Camaçari, BA
Sim?

Imagina a seguinte situação:
  • Você vai no restaurante A, pede um hamburguer normal e recebe o seu hamburguer normal;
  • Você vai no restaurante B, pede um hamburguer com bacon e recebe seu hamburguer sem bacon.
Qual dos dois errou? Qual dos dois entregou menos do que disse que entregaria? A lógica aqui é a mesma, Gears disse que entregaria um monte de coisa mas não deu conta de entregar esse monte de coisa redondinho no lançamento, ninguém chegou na Coalition obrigando eles a fazerem isso, eles quiseram por vontade própria. E servidores ruins por dois dias é gentileza, eu tive problemas seis dias após o lançamento da versão Ultimate somente na campanha, quem joga MP enfrenta alguns problemas até hoje e já são nove dias, uma passada rápida pelas últimas postagens do subreddit de Gears (que tem quase 60k inscritos) me mostra seis pessoas com problemas distintos na última hora.

Sobre o teu exemplo de Uncharted, de descontar nota porque não tem coop, eu posso descontar nota de Gears 5 por não ter um modo em primeira pessoa, já que Red Dead Redemption 2 tem? Ou posso descontar nota de Gears 5 por não ter um sistema de combo e pontuação, já que Vanquish tem? Ou descontar pontos de Forza Horizon 4 porque as regras automobilísticas não são tão fiéis quanto Forza Motorsport 7? Não faz sentido avaliar dessa forma, buscar elementos que o jogo não se propõe a executar porque outros fizeram, eu não posso fazer um negócio desses se eu quero que a minha opinião seja levada minimamente a sério.

A gente precisa entender que jogos são avaliados (ou, em alguns casos, deveriam ser avaliados) em relação àquilo que eles se dispõem a fazer, o 0-100 representa a avaliação média da execução da sua própria proposta. Eu tenho visto muita gente falando que Gears 5 é seu Gears preferido, mesmo que a sua avaliação crítica de algum outro jogo da franquia seja melhor. E por que isso acontece? Porque as propostas são distintas, a execução é distinta, própria de cada jogo e adaptada à época em que ele foi jogado, a ambição que se propõe a entregar, as cartas que ele coloca na mesa.
Concordo com você em relação ao coop.
Porém, eu comprei o uncharted 4 no lançamento e tive problemas para encontrar partidas online no pvp nos primeiros dias.
Não vi nenhuma análise penalizando o jogo por esse problema.
O Halo MCC, por outro, foi duramente criticado pelos problemas no multiplayer.
Ou seja, a famosa falta de critério.
 
  • Curtir
Reações: Maxximu

Ribeiroluke86Br

Jogador
1,148
564
Concordo com você em relação ao coop.
Porém, eu comprei o uncharted 4 no lançamento e tive problemas para encontrar partidas online no pvp nos primeiros dias.
Não vi nenhuma análise penalizando o jogo por esse problema.
O Halo MCC, por outro, foi duramente criticado pelos problemas no multiplayer.
Ou seja, a famosa falta de critério.
mas critério sempre foi o problema das notas que ví nos últimos anos, só quem tem console e acompanha e joga sabe como funciona estes critérios.
 
  • Curtir
Reações: TiagoCruz85

The Herdy

Viciado é pouco
PXB Gold
4,077
1,324
Concordo com você em relação ao coop.
Porém, eu comprei o uncharted 4 no lançamento e tive problemas para encontrar partidas online no pvp nos primeiros dias.
Não vi nenhuma análise penalizando o jogo por esse problema.
O Halo MCC, por outro, foi duramente criticado pelos problemas no multiplayer.
Ou seja, a famosa falta de critério.
Eu acho que a questão é mais a proposta do game, Uncharted não tem proposta de marcar pelo multiplayer ou pelo combate então acaba que a visão é puramente do single player.
 
  • Curtir
Reações: Victal

Geraldojrsb

Jogador
121
31
Brasil
Sim?

Imagina a seguinte situação:
  • Você vai no restaurante A, pede um hamburguer normal e recebe o seu hamburguer normal;
  • Você vai no restaurante B, pede um hamburguer com bacon e recebe seu hamburguer sem bacon.
Qual dos dois errou? Qual dos dois entregou menos do que disse que entregaria? A lógica aqui é a mesma, Gears disse que entregaria um monte de coisa mas não deu conta de entregar esse monte de coisa redondinho no lançamento, ninguém chegou na Coalition obrigando eles a fazerem isso, eles quiseram por vontade própria. E servidores ruins por dois dias é gentileza, eu tive problemas seis dias após o lançamento da versão Ultimate somente na campanha, quem joga MP enfrenta alguns problemas até hoje e já são nove dias, uma passada rápida pelas últimas postagens do subreddit de Gears (que tem quase 60k inscritos) me mostra seis pessoas com problemas distintos na última hora.

Sobre o teu exemplo de Uncharted, de descontar nota porque não tem coop, eu posso descontar nota de Gears 5 por não ter um modo em primeira pessoa, já que Red Dead Redemption 2 tem? Ou posso descontar nota de Gears 5 por não ter um sistema de combo e pontuação, já que Vanquish tem? Ou descontar pontos de Forza Horizon 4 porque as regras automobilísticas não são tão fiéis quanto Forza Motorsport 7? Não faz sentido avaliar dessa forma, buscar elementos que o jogo não se propõe a executar porque outros fizeram, eu não posso fazer um negócio desses se eu quero que a minha opinião seja levada minimamente a sério.

A gente precisa entender que jogos são avaliados (ou, em alguns casos, deveriam ser avaliados) em relação àquilo que eles se dispõem a fazer, o 0-100 representa a avaliação média da execução da sua própria proposta. Eu tenho visto muita gente falando que Gears 5 é seu Gears preferido, mesmo que a sua avaliação crítica de algum outro jogo da franquia seja melhor. E por que isso acontece? Porque as propostas são distintas, a execução é distinta, própria de cada jogo e adaptada à época em que ele foi jogado, a ambição que se propõe a entregar, as cartas que ele coloca na mesa.
imagine que vc vai comer no restaurante durante um ano inteiro. os dois cobram o mesmo preço

mas em um restaurante tem carne todo dia,mas durante dois dias faltou carne

no outro não tem carne nenhum dia no ano.

faz sentido criticar o que tá faltando carne dois dias e não criticar o que não tem carne nunca?
 

Tensor Plissken

Viciado
230
324
Brasil
E também há um fator que alguns parecem desconsiderar: da crítica especializada realmente achar Uncharted 4 um jogo MELHOR. Excluindo qualquer problema de servidor.

Mesmo adorando Gears, 5, eu consigo admitir que Uncharted 4 teve bem mais esmero. Tem mais fagulhas de genialidade, digamos assim (considerando que não acho nenhum dos dois geniais). E estamos comparando uma empresa como Naughty Dog, possívelmente top 5 do mundo, em seu jogo de despedida da franquia depois de todo o aprendizado que tiveram com ela, com um da Coalition que ainda está entendendo o que pode ou não fazer.

85 é uma excelente nota, gente. Acho bem condizente com a experiência entregue.
 
Última edição:
  • Curtir
Reações: Morts e Victal

LiinhoGamer

Viciado
2,088
2,786
E também há um fator que alguns parecem desconsiderar: da crítica especializada realmente achar Uncharted 4 um jogo MELHOR. Excluindo qualquer problema de servidor.

Mesmo adorando Gears, 5, eu consigo admitir que Uncharted 4 teve bem mais esmero. Tem mais fagulhas de genialidade, digamos assim (considerando que não acho nenhum dos dois geniais). E estamos comparando uma empresa como Naughty Dog, possívelmente top 5 do mundo, em seu jogo de despedida da franquia depois de todo o aprendizado que tiveram com ela, com um da Coalition que ainda está entendendo o que pode ou não fazer.

85 é uma excelente nota, gente. Acho bem condizente com a experiência entregue.
85 é média de notas. Tem veículos especializados que deram 10, outros 9.
Sobre Uncharted 4, eu gostei bastante mas pessoalmente gostei mais da campanha de Gears 5. Se for comparar com um jogo parecido, acho Rise of The Tomb Raider e até mesmo o TR de 2013 mais jogo que ele, gosto mais da dinâmica destes dois. Acho inclusive The Last of Us muito mais jogo que Uncharted 4.
 

Entrevista da equipe Digital Foundry com o pessoal da The Coalition.

Para mim, de todos os grandes feitos do Gears 5, o maior é a escalabilidade do jogo. Varia entre 1080p dinâmico / 30 FPS no Xbox One até 4K com taxas de frame absurdas no PC. Pouquíssimos jogos conseguem esse feito com tamanha maestria.

No Xbox One X, o jogo roda em 4K dinâmico, com efeitos configurados entre low, médio e high, comparando com o PC, que ainda possui as opções ultra e insano, desde que se tenha uma máquina para tal.

E o jogo roda perfeitamente no Xbox One, ao contrário do Control, que sofre severas quedas de frame.

Pode-se dizer que Gears 5, rodando no PC, com pacote de texturas ultra, efeitos no insano e sem quedas de frames é um aperitivo do Scarlett.
 
  • Curtir
Reações: brenicio e RAYMON

ronabs

Opa
Moderador
12,037
23,193
Porto Alegre
Pronto, terminei a campanha de Gears 5 e curti muito o jogo e essa nova direção que a Coalition pretende levar a franquia. Gostei de bastante coisa, acho que dá pra melhorar ainda mais o que já foi feito nesse primeiro passo em alguns pontos, não gostei de um único elemento mas ele não influencia nada no todo,

O que gostei
  • Mundo aberto e quebras de expectativas: Gears of War 4 me deixou com uma impressão péssima de Gears por ser metódico demais, era uma sequência linear seguida de algo mais aberto com os covers que, obviamente, significava combate, aí bota isso no "repeat" e é basicamente a impressão que fiquei. Neste aqui, não só as áreas de mundo aberto dão um descanso como as próprias sequências que levam a história pra frente são menos engessadas, com o jogo inclusive quebrando expectativas ao não incluir combate em lugares que tinham toda a pinta de ser, adicionar partes em que o stealth faz a diferença e também fazer com que nós, jogadores, iniciemos o combate ao invés de optar pelo padrão de jogos de ter lá um script e "passou ponto X, vão começar a te atirar";
  • Jack: a adição de um elemento externo faz bastante diferença na hora de abordar o combate, adicionando um quê de estratégia que os outros jogos não tinham. Poder ir furtivamente matando inimigos, ou congelar, ou fritar, enfim, deu pra entender que a dinâmica de combate mudou;
  • Polimento: seja nas animações faciais, no gameplay com o skiff, ou em pequenos detalhes como as marcas que ficam na areia/neve mesmo depois de passado bastante tempo, essas coisas contribuem para tornar o mundo mais crível;
  • História e narrativa: com um foco maior na história, naquilo que a Coalition queria contar, foi preciso dar atenção redobrada à narrativa, a como a Coalition iria contar, e isso funciona muito bem por nos colocar no comando de diferentes personagens em diferentes pontos da história. Dá pra ver claramente um desenvolvimento de personagens em Gears 5, especialmente de Kait e JD. Mas aqui na narrativa, tem um contraponto (no spoiler). Também é legal algumas dinâmicas onde o humor se faz presente, é algo que funciona pra aliviar a tensão (como ir se afastando, afastando, afastando de uma bomba pra garantir que não vai ficar em seu raio de explosão) e também contribui para a própria construção dos personagens, a maneira como eles enxergam o mundo e como regem ao que está acontecendo;
  • Mundo e set pieces: a variedade dos cenários ajuda a não tornar o jogo repetitivo, porque sempre temos coisas novas pra olhar, além de favorecer a criação de pequenos "arcos" com início, meio e fim diferentes;
  • Trilha sonora: excelente, como falaram, é o cara que compôs a trilha de Game of Thrones, estava top.
O que pode melhorar
  • Mundo aberto: pode parecer contraditório o mesmo ponto estar nas duas categorias, mas deixa eu explicar. Algo que me saltou aos olhos jogando Gears 5, e que depois também vi outras pessoas compartilhando a mesma visão, é como o jogo parece um campo de testes pra saber o que funciona, o que não funciona e o que permanecerá para Gears 6. Um mundo semi aberto em algumas áreas é um passo na direção correta, mas as atividades dessa área mais ampla pode ser melhor aproveitada. Um exemplo são as atividades secundárias, que em sua ampla maioria, se limitavam a "vá na área X, mate quem estiver lá, pegue o item de recompensa". Poderia ter mais espaço pra desenvolver alguma nova mecânica, fortalecer alguma relação ou explorar alguma coisa de um personagem secundário, aproveitar a oportunidade pra dar aquele gostinho de satisfação aos jogadores que se permitirem sair do objetivo principal pra consumir tudo o que o jogo pode oferecer;
  • Jack: novamente, o ponto positivo vem acompanhado também de melhorias e, aqui, meu desejo é ver as minhas escolhas terem peso. Por trás de todos os tiros e sangue, Gears apresenta um mundo de escolhas e consequências (e dá pra elencar diversos momentos-chave da franquia onde personagens fizeram suas escolhas e deixaram seu impacto no mundo).. Com Jack, essas consequências não existem porque a minha build pode mudar a qualquer momento, ou seja, o que eu decidi construir não é definitivo. Entendo que isso facilita o gameplay e deixa os jogadores livres para experimentarem, mas aqui, entra de novo no que falei acima, Gears 5 tem toda a cara de botar os pés na água pra medir até onde dá pra ir;
O que não gostei
  • Tutorial: não gostei por dois motivos, primeiro porque não dava pra pular e segundo porque, sabendo fazer, dá pra apresentar as mecânicas em paralelo com gameplay e história. Mas entendo as razões de incluírem, já que Gears 5 no Game Pass abriu o leque pra milhões de jogadores e muitos deles talvez nunca jogaram a franquia, é seu primeiro Gears, então, uma área pra aprender serve pra essa galera. O Rod comentou que fizeram isso pra não ter que parar a história pra introduzir alguma mecânica, mas enfim, acho que poderia dar pelo menos pra pular, já que ela não tem peso nenhum para o desenvolvimento da história.
Agora, uma coisa, sobre um momento-chave da história que eu acredito que poderia melhorar ...
a nível de impacto seria não ter uma tela "qual personagem você vai salvar" na cena contra a Reyna (como se fossem aquelas escolhas da TellTale), mas sim deixar o gameplay fluir naturalmente. Com os amigos presos, seria natural a Kait tentar soltá-los, o jogo poderia até direcionar o jogador a atirar nos tentáculos pra soltar Del/JD com alguma cor diferente, um laranja, sei lá (eles fizeram muito bem nesse jogo a questão de dar dicas visuais no cenário, lembro de um claramente em um hangar com um pedaço de gelo apontando pra uma escada onde, subindo, tinha uma sniper pra atirar nos snipers do outro lado). Mas, pra reforçar, ainda enquanto elemento de gameplay, como se fosse uma luta de verdade contra o chefão (já que não teve).

Assim, a "soltura" seria feita através do gameplay, que é o foco de Gears, a jogatina, atirar, o peso da decisão estaria na ponta da Lancer (baduntss), daria até mais importância subjetiva porque o tiro que salvou um companheiro foi o que definiu o destino do outro. Isso geraria também aquela coisa de ação/reação que a gente nem sempre consegue controlar, em Vampyr eu passei por isso achando que estava fazendo uma escolha certa e ela se desenrolou de uma maneira completamente diferente (pra pior), e o jogo queria me ensinar isso, que nem tudo está sob o meu controle. Foi algo que me ferrou e que vou ter que conviver até o fim do jogo, mas a vida é assim. A gente toma muitas decisões no dia a dia e, em grande parte delas, nem percebemos que estamos tomando uma decisão de fato. Nessa cena específica de Gears 5, envolvendo diretamente três personagens importantes pra franquia e um quarto de forma indireta, seria o mesmo, o jogo nos enganando, a gente mais aliviado que soltou um de nossos parceiros mas, ao fazer isso, selávamos o destino do outro. O choque seria muito maior porque a nossa escolha estaria no campo do instinto (de querer salvar os dois), da inconsciência (por não decidir de forma racional quem salvar, tipo, não dar tanto tempo de medir "ah vou salvar JD pq ele é mais importante pra franquia, tem patente maior, é filho do Marcus Fenix" ou "vou salvar o Del pq ele é mais amigo da Kait") e, porque não, da inconsequência (de ter as cartas na mesa e virar uma sem ter certeza do que vai virar).

O ritmo do jogo também dá uma acelerada legal do Ato III para o Ato IV, e eu achei meio anticlímax o único encontro com um real vilão acontecer e não me deixar jogar nem por um segundo. Deu a impressão de que Gears 5 é realmente uma ponte e não um jogo fechado em si, o Rod Fergusson até comentou que não estamos em uma segunda trilogia Gears mas sim em uma saga, em algo maior, só que a maneira como a história não só acelera no Ato IV como só botam um bicho gigante aleatório pra ser o chefe final, achei que deu uma derrubada em um ritmo que vinha muito bem.

Sobre os bugs, muita gente passou ilesa e eu queria ter tido essa mesma experiência que vocês, mas eu não tive a mesma sorte. Ao todo aqui, foram 13 problemas, desde erros menores como a progressão de conquistas até coisas que deveriam acontecer não acontecendo que me deixavam em becos sem saída, passando pelos botões deixarem de funcionar e até o jogo fechar do nada, achei o número alto para um AAA first party com tanto investimento. Mais curioso é que boa parte destes erros parecem ter a ver com os problemas que a Coalition enfrentou/está enfrentando com os servidores, entendo isso afetar o modo multiplayer, mas interferir na progressão da campanha é algo que eu não esperava ver acontecendo. Os Atos I e II foram bem problemáticos, Ato III teve bem menos e no IV deu tudo certo.
  1. Abri guia pra ver o andamento de um download, voltei para o jogo mas o personagem não se mexia mais. No menu, os botões direcionais mexiam pra cima/baixo, mas apertar "A" pra recarregar checkpoint ou sair pro menu não adiantavam nada, tive que fechar o jogo pela dash e recarregar;
  2. Coletáveis que não contabilizam dentro do jogo e resetam toda hora, eu pego e não aparecem ou aparecem como perdidos;
  3. Conquistas travadas ou não contabilizando direito, como as de progressão de mortes, coletáveis, etc.;
  4. Prompt de ação do robô não apareceu pra ele entrar por um duto e abrir a porta, tive que recarregar checkpoint. Me largou um pouco antes de onde estava, coletável no chão, não consegui pegar;
  5. Passei por baixo de uma pedra pra seguir com o jogo, fechou do jogo direto pra dash;
  6. Abri guia xbox pra ler uma mensagem, voltei pro jogo, mesmo erro do primeiro, nenhum botão funcionava mais, somente reiniciando o jogo pela dash;
  7. Fiz ação pra abrir uma porta, porta não abriu e ficou com aquele "checkpoint/saving content" no canto inferior esquerdo. Recarregar checkpoint atual/anterior não funcionava, quando apertava neles, voltava para o jogo como se nada tivesse acontecido. Então, saí para o menu e fiquei presa naquela tela com a caveira/engrenagem azul por alguns minutos, até que cansei de esperar depois de uns quatro minutos e fechei pela dash;
  8. Completei área secundária no Ato II mas fiquei preso dentro desta área secundária sem poder sair. Mesmo erro do "checkpoint/saving content", o jogo não carrega algo importante e eu sou impedido de progredir, restando sair para o menu do jogo. Mas aí, mesmo erro da caveira azul, só saindo pra dash e voltando;
  9. Cofre sem porta, conseguia ver o que tem dentro mas não conseguia abrir pra pegar um upgrade, reiniciar checkpoint resolveu;
  10. Ato III, capítulo 2, correndo pelo cenário pra avançar no jogo, parada simplesmente fechou e foi direto pra dash;
  11. Coletáveis tinham voltado a funcionar no Ato III, mas depois deste bug acima, pararam de contabilizar nos já pegos e alguns que tinham sido salvos no Ato III-1 e Ato III-2 desapareceram;
  12. Terminado o jogo, conquista de terminar o jogo não desbloqueou;
  13. Atos I e II continuam bugados e terei que jogá-los novamente, o jogo só computou os capítulos 1 e 4 do Ato I e nenhum do Ato II.
Enfim, falei bastante porque gostei bastante de Gears 5 e, quando a gente gosta, a gente quer falar sobre, tanto do que gostou como do que pode ser ainda maior daqui pra frente. Digo que é meu Gears preferido sem medo porque eu tinha um problema com a franquia, eu gosto do mundo e dos personagens mas achava ruim o simples fato de jogar, achava a jogabilidade pesada, truncada, meio crua - algo natural para uma franquia que criou os fundamentos de vários jogos de tiro em terceira pessoa. Em Gears 5, pro meu gosto, eles evoluíram e deram mais dinamicidade pra tudo. Foi o primeiro Gears onde eu avançava gostando de tudo, sem achar nada desnecessário ou maçante.

Se fosse pra dar uma nota levando em conta o que eu passei/sofri, seria um 7,5 porque a primeira metade do jogo foi bem problemática, especialmente porque eu estava bastante empolgado, aí ia lá jogar de boa e o jogo me dava uma bordoada diferente a cada meia hora. Mas são problemas que quem vai jogar a partir de hoje provavelmente não vai passar. Então, como avaliação final da campanha, considero justo um 8,5, traz um frescor que a série estava precisando e dá passos firmes pra explorar ainda mais as novas mecânicas daqui pra frente.

Agora eu vou ali terminar o resumo da semana (sai amanhã) porque o meu tempo livre hoje foi dedicado a esse baita jogo da Coalition.
 
Última edição:

LiinhoGamer

Viciado
2,088
2,786
sobre ter de escolher quem salvar no fim eu não gostei porque eu simplesmente não sei qual é o final canônico. Vendo os dois finais senti que a morte do Del parece mais encaixada com as cenas. Podemos pensar que a Kait escolheria o Del pelo companheirismo dele de acompanha-la no ato 2, mas talvez ela tenha uma queda pelo JD. Se não me engano em Gears 4 Marcus se refere a ela para o JD como namorada

Outra coisa, fecharam o serve só para para BR no multiplayer. Lembro que isso quebrou o multi do Gears 4 para os brasileiros já que nunca achavamos pessoas para jogar rankeada. Já vi gente reclamando de estar acontecendo a mesma coisa agora e por isso até desanimei de embarcar no multi