Topico Oficial Horizon Zero Dawn | Earth Is Ours No More

HenriquePerche

Viciado
6,446
6,500
Ribeirão Preto

Only on PlayStation | Data de lançamento: 28 de Fevereiro de 2017


NOTAS & REVIEWS
METACRITIC: 89/100

Playstation Official Magazine Australia - 100/100
RPGamer - 100/100
Toronto Sun - 100/100
Slant Magazine - 100/100
Gaming Age - 100/100
Dualshockers - 100/100
Giant Bomb - 100/100
Twinfinite - 100/100
Telegraph - 100/100
PlayStation LifeStyle - 100/100
COGconectado - 100/100
Gaming Nexus - 98/100
Digital Chumps - 98/100
Game Over Oniline - 98/100
Cheat Code Central - 98/100
XGN - 97/100
Impulsegamer - 96/100
AusGamers - 96/100
Wccftech - 95/100
Let's Play Video Games - 95/100
PSX-Sense.nl - 95/100
Arcade Sushi - 95/100
Hobby Consolas - 95/100
InsideGamer.nl - 95/100
Gamer.nl - 95/100
Polygon - 95/100
Playstation Universe - 95/100
The Jimquisition 20 - 95/100
God is a Geek - 95/100
Atomix - 93/100
Areajugones - 93/100
IGN - 93/100
IGN Spain - 92/100
Meristation - 92/100
Evereye.it - 92/100
GameSpew - 90/100
PlayStation Country - 90/100
The Digital Fix - 90/100
BaziCenter - 90/100
Games.cz - 90/100
GameCrate - 90/100
Edge Magazine - 90/100
Critical Hit - 90/100
The Sydney Morning Herald - 90/100
SpazioGames - 90/100
EGM - 90/100
Yahoo! - 90/100
Post Arcade (National Post) - 90/100
JeuxActu - 90/100
GamesRadar + - 90/100
Trusted Reviews - 90/100
Gameplanet - 90/100
GamePro Germany - 90/100
RPG Site - 90/100
Merlin'in Kazanı (Turkey) - 90/100
LaPS4 - 90/100
The Games Machine - 90/100
Gamer.no - 90/100
M3 - 90/100
3DJuegos - 90/100
Game Revolution - 90/100
Game Rant - 90/100
Shacknews - 90/100
Forbes - 90/100
Push Square - 90/100
We Got This Covered - 90/100
Gamer Hardcore - 90/100
GameSpot - 90/100
Eurogamer Italy - 90/100
Attack of the Fanboy - 90/100
Gameblog.fr - 90/100
Vandal Online - 88/100
Game Informer - 88/100
Multiplayer.it - 88/100
IGN Italy - 87/100
GamesBeat - 87/100
4Players.de - 86/100
True Gaming - 85/100
Worth Playing - 85/100
GRYOnline.pl - 85/100
GamingTrend - 85/100
PLAY! Zine - 85/100
CGMagazine - 85/100
Game World Navigator Magazine - 81/100
IBTimes UK - 80/100
GameOver.gr - 80/100
Washington Post - 80/100
New York Daily News - 80/100
Digital Spy - 80/100
ZTGD - 80/100
Guardian - 80/100
New Game Network - 80/100
NZGamer - 80/100
DarkStation - 80/100
The Daily Dot - 80/100
VideoGamer - 80/100
Metro GameCentral - 80/100
Easy Allies - 80/100
The SixthAxis - 80/100
Destructoid - 75/100
Digitally Downloaded - 70/100
Stevivor - 70/100
GameCritics - 65/100
USgamer - 50/100


SINOPSE
Horizon Zero Dawn é um jogo eletrônico RPG de ação desenvolvido pela Guerrilla Games e publicado pela Sony Interactive Entertainment exclusivamente para o PlayStation 4 com previsão de lançamento para 28 de março de 2017. Esta é a primeira propriedade intelectual criada pela Guerrila desde Killzone em 2004 e seu primeiro jogo de RPG.

Horizon Zero Dawn acontece a mil anos no futuro num mundo pós-apocalíptico onde criaturas mecânicas colossais dominaram o mundo, e percorrem uma paisagem que arrebataram do controle da humanidade. O jogador controla Aloy, uma caçadora que utiliza a velocidade, a astúcia e a agilidade para permanecer viva e proteger a sua tribo contra a força, o tamanho e a potência das máquinas.


TRAILERS & GAMEPLAYS


IMAGENS & SCREENSHOTS




























O QUE JÁ SABEMOS SOBRE O JOGO

As batalhas se renovam
Todo tipo de criatura robótica em Horizon Zero Dawn tem seus pontos fortes e fracos, algo que o jogador deve levar sempre em consideração. Com a sua habilidade de foco (ativada ao clicar o analógico direito), a protagonista Aloy saberá qual tipo de arma -- explosiva, de fogo, etc -- é a melhor para utilizar ao encontrar um adversário, além de ver quais são os pontos fracos no corpo da máquina. Ela também pode usar o ambiente como vantagem -- antes de enfrentar um inimigo especialmente desafiador, pode usar a grama alta para disparar algumas flechas de maneira furtiva.

“Uma das coisas que o nosso diretor nos desafiou é ser intencional com o design dos níveis”, declarou David Ford, chefe da divisão de design de fases do jogo. “O uso da grama alta está lá de propósito. A posição dos recursos são bem intencionais.”

Jogabilidade boa
Os controles de Horizon Zero Dawn são muito mais intuitivos do que o jogador possa imaginar. Você pode alternar facilmente entre os diferentes tipos de arma e ativar uma câmera lenta por alguns segundos, a fim de posicionar seu disparo antes de “retornar para o mundo real”. É extremamente elegante e suave.

Inimigos são fortes
Será fácil Aloy morrer algumas vezes durante as batalhas. Um Corrupter por exemplo, (inimigo que coloca as máquinas do mundo contra os humanos) é um adversário que causa muito dano e de maneira rápida, embora Aloy possa contar com uma esquiva bem útil. Ficar atirando flechas em inimigos como este não vão te levar a nenhum lugar, já que eles podem derrotar Aloy com poucos golpes.

Um mundo muito, muito grande
O mundo aberto de Horizon: Zero Dawn é imenso, o mapa possuí uma área gigante com muitos pontos de exploração. Embora tenhamos visto por enquanto apenas alguns tipos de ambiente durante as demonstrações, a Guerrilla está prometendo uma variedade de paisagens. “O mundo tem cenários diferentes”, disse o diretor de arte do estúdio, Jan-Bart Van Beek. “Há planícies e montanhas, há áreas desertas, paisagens áridas e florestas.”

Não espere encontrar inimigos do mesmo nível que o seu em todos os lugares. Se você for longe demais de ambientes iniciais, poderá encontrar adversários com uma força muito superior à de Aloy.

Domesticar robôs vai ajudar nas batalhas
Felizmente, há uma variedade de maneiras de viajar neste mundo. Embora a viagem rápida seja uma opção, Aloy também pode domar algumas criaturas (por meio de um sistema de hack, que tem um tempo de cooldown) e usá-las como montaria. É algo realmente prático.

Há muito para se fazer além de brigar com robôs
As missões não envolvem apenas lutar contra robôs, algo que foi o foco primário de todas as demonstrações já divulgadas.

"É interessante lutar com as máquinas, mas elas não são interessante o suficiente para preencher todo o jogo", disse Ford. “A maioria das missões serão sobre a história humana. Algo está corrompendo as máquinas neste mundo, o que é o mistério global. Depois disso, temos as missões nacionais, que são sobre as várias tribos e os trabalhos que você faz para os seus líderes. Finalmente, temos narrativas menores que focam em alguns indivíduos.”

Você vai querer coletar itens
Todos os robôs em Horizon Zero Dawn oferecem itens (loot) e, embora seja um sistema randômico, inimigos mais complicados tendem a trazer recompensas raras. É uma boa maneira de encorajar os jogadores a enfrentar algo desafiador, já que itens raros consequentemente oferecem habilidades poderosas.

“As armas têm espaço para modificadores”, Ford explica. “Você pode encontrar estes modificadores no mundo e colocá-los no seu arsenal para alterar a maneira como uma arma funciona. É possível mudar o nível de dano, por exemplo. E há modificadores raros, que oferecem um poder imenso.”

Inimigos com potencial maior para oferecer itens superiores são geralmente aqueles robôs parecidos com uma aranha que carregam literalmente loots imensos em suas costas.

Opções de diálogos não alteram drasticamente a história
Embora você possa manipular o humor dos personagens com base em escolhas, as opções de diálogos de Zero Dawn não vão mudar drasticamente a maneira como a história se desenrola.

“Você pode melhorar ou piorar o dia de alguém”, esclarece Ford. “Há situações de vida e morte em Horizon, mas que não vão ser alteradas por uma opção de diálogo. Vemos isso como uma forma exploração -- explorar a narrativa e compreender as coisas estranhas que acontecem nele. Há muitas verdades escondidas em Horizon: Zero Dawn.”


PRÉ VENDA PLAYSTATION STORE

 
Última edição:

Edu Barros

Viciado
PXB Gold
5,249
6,764
Ribeirão Preto
Meu hype pra esse jogo está mediano. Não sei se a história vai ser interessante. Ao contrário do pessoal que acha que Scalebound não era relevante pra Microsoft, eu garanto a todos aqui que Horizon é muito importante pra Sony, é o exclusivo mais expressivo do PS4 em 2017 (bom, talvez GT Sport e Uncharted The Lost Legacy sejam confirmados pra esse ano, aí a coisa muda). Não devo comprar esse jogo no primeiro semestre por causa de FFXV e Zelda:BotW.
 

HenriquePerche

Viciado
6,446
6,500
Ribeirão Preto
Se eu vender a caixa eu jogo.

Mas será que lança agora mesmo?
Da Sony a gente aprendeu a não ter tantas expectativas quanto a data de lançamento. Ano passado ela adiou por 2 meses o The Last Guardian, 48 dias antes de seu lançamento.

Curiosamente, Horizon Zero Dawn também faltam 48 dias pra lançar, e até agora não falaram nada. A propaganda em cima do jogo também está maior que The Last Guardian na época, portanto, as chances são grandes de lançar na data prometida (28/02), mas mesmo assim, pé atrás.
 
  • Curtir
Reações: Rasta