Microsoft anuncia o HoloLens 2: melhor, mais confortável e imersivo

Victal

Viciado
10,929
9,628
A Microsoft apresentou na tarde deste domingo (24) a nova geração do HoloLens, o dispositivo de realidade mista da companhia. Chamado de HoloLens 2, ele ficou mais confortável de usar, além de ser ainda mais poderoso em termos de processamento e Inteligência Artificial. O responsável por fazer a apresentação foi Alex Kipman, brasileiro que é um dos principais nomes da empresa atualmente no setor.

Segundo o CEO da Microsoft, Satya Nadella, o objetivo da empresa agora é "mudar de uma economia baseada em consumo para uma economia baseada em criação" — e a nova plataforma, que é ainda mais focada em Inteligência Artificial, é chave disso.


De cara com o holograma

O HoloLens 2 é definido por "imersão". Ele tem 47 pixels por grau de visão, e esse é o valor que permite a interação precisa com hologramas e a experiência de estar em um ambiente de realidade aumentada ou virtual.

O campo de visão do HoloLens 2 ficou mais que duas vezes mais extenso, o que significa mais espaço de interação com objetos virtuais. A plataforma entende precisamente onde você está olhando e adapta hologramas em tempo real para os seus olhos.


Além disso, agora você pode interagir com hologramas como se estivesse "tocando" eles. Cada movimento gera algum tipo de reação, como girar, redimensionar e mover objetos completamente virtuais. Você ainda pode usar comandos de voz para navegadores e mexer configurações em barras de intensidade de forma completamente holográfica. Pressionar botões é simples como fazer a ação no mundo real e todos os dez dedos das mãos podem ser utilizados, como a representante da empresa demonstrou ao tocar um piano no palco.

Conforto em primeiro lugar

O HoloLens 2 foi otimizado para uso em longo prazo, já que trabalhadores volta e meia precisam passar horas em projetos. Após testes com centenas de pessoas de diferenças idades, gêneros e etnias, uma versão definitiva em ergonomia e conforto foi desenvolvido para agradar a todos esses profissionais.



Colocar ele é tão simples quanto vestir um boné e a distribuição de peso foi remanejada, tirando a sensação de que você está com algo pesado na cabeça. Além disso, você faz o login imediatamente ao fazer isso: são as mesmas câmeras do Windows Hello para autenticação, garantindo segurança e velocidade no início dos trabalhos. A identificação das mãos também é imediata, para se adaptar ao formato e a velocidade de movimentos.

Especificações técnicas
  • SoC: Qualcomm Snapdragon 850 Compute Platform
  • HPU (Unidade de Processamento Holográfico: HPU personalizada de 2ª geração
  • Resolução das lentes: 2K padrão 3:2
  • Densidade holográfica: >2.5K radiants
  • Câmera: 8 MP, vídeo em até 1080p e 30 fps Microphones: 5 canais
  • Alto-falantes embutidos
  • Sensores: movimento das mãos; movimento dos olhos; comandos de voz; linguagem natural conectado à internet
  • Conectividade: WiFi 802.11ac 2×2 e Bluetooth 5.0
  • Bateria: De 2 a 3 horas de uso ativo
  • Carregamento via USB-C com recarga rápida
Profissional equipado

A Microsoft ainda mostrou algumas das possibilidades de uso do HoloLens 2. Equipes trabalhando em apresentações, médicos realizando procedimentos cirúrgicos, engenheiros trabalhando em projetos e muito mais.


E tudo isso é possível com a nova suite de soluções da Microsoft, a Dynamics 365 Guides. É ela que vai trazer novas ferramentas e possibilidades para equipes inteiras que trabalham com o HoloLens 2, gerando menus com explicações holográficas em cima de objetos, por exemplo, para facilitar a manutenção de equipamentos ou cenários de treinamento em empresas que envolvam muitos processos e materiais de alta complexidade.

O conteúdo poligonal dos hologramas opera totalmente na nuvem, com ajuda da plataforma Azure. E a Microsoft ainda apresentou uma plataforma chamada Spatial Anchors, um serviço que suporta trabalhos das mais diferentes tecnologias de "realidade alguma-coisa" da atualidade: conteúdos em ARKit, ARCore e o próprio HoloLens. Uma app store aberta será disponibilizada e, apesar de o Microsoft Edge ser o navegador principal da plataforma, o Firefox já terá uma experiência nativa no HoloLens 2.

E os games?

Por enquanto, a Microsoft ainda não entrou de cabeça no mundo dos games com o HoloLens, tirando algumas experiências que envolvem títulos como Minectaft, que pertence à empresa. Desta vez, entretanto, Tim Sweeney, da Epic Games (dona do fenômeno Fortnite e da ascendente Epic Store) subiu ao palco para trazer expectativa aos fãs.

Porém, nada de anúncio: o executivo anunciou que a Unreal Engine vai apoiar o projeto HoloLens e pode suportar a plataforma em títulos futuros. Ele ainda se declarou "impressionado" com a tecnologia e a abertura da empresa aos parceiros. Será que veremos novidades nesta geração?

Disponibilidade

A programação do sistema Azure para realidade mista já está disponível a partir deste domingo (24) para os interessados. A pré-venda dos bundles também já pode ser realizada: a assinatura custa 129 dólares por mês. Se você preferir, pode adquirir a Enterprise Edition, que é a versão individual do headset, que sai por 3,5 mil dólares.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/produto/139012-hololens-2-confortavel-imersivo-deixa-voce-tocar-hologramas.htm
 
  • Curtir
Reações: Johannes e SouzaRJ

Saci

Heimdall dos Pampas
Moderador
9,625
12,090
Tim Sweeney, da Epic Games (dona do fenômeno Fortnite e da ascendente Epic Store) subiu ao palco para trazer expectativa aos fãs.

Porém, nada de anúncio: o executivo anunciou que a Unreal Engine vai apoiar o projeto HoloLens e pode suportar a plataforma em títulos futuros. Ele ainda se declarou "impressionado" com a tecnologia e a abertura da empresa aos parceiros. Será que veremos novidades nesta geração?
A Unreal tem aplicação fora dos games também, como arquitetura e indústria mecânica, então é muito útil que eles sejam compatíveis.
 

Johannes

Viciado
8,934
5,415
Não acho que a MS precise focar em jogos com AR. O Hololens claramente tem outro foco, mais voltado a profissionais e apps.

Pra games a MS já tem o WMR (windows mixed reality) que em pouco tempo vem ganhando espaço entre os óculos de realidade virtual do PC. Não só pelo preço mais em conta, mas também pela tecnologia de sensores inside out que tende a ser padrão para a próxima geração de VR.

https://www.microsoft.com/en-us/windows/windows-mixed-reality
 
Última edição:
  • Curtir
Reações: Victal

Saci

Heimdall dos Pampas
Moderador
9,625
12,090
Pessoal que fez o hands on do novo Hololens afirma que "agora, sim".
O primeiro modelo tinha um campo de visão muito limitado.

E a usabilidade melhorou bastante, é leve como um boné e ainda dá pra erguer o visor (girar pra cima sem tirar da cabeça).

Alguns engenheiros da MS fizeram um manifesto de repúdio ao uso militar do equipamento. Entendo o sentimento deles, mas acho que isso é inevitável. Uns não vão querer ter nada a ver com guerra, outros vão ficar satisfeitos de ajudar os soldados de seu país. Nadella se posicionou, dizendo que a MS não vai se negar a fornecer apoio tecnológico para instituições cujos representantes foram eleitos num processo democrático. Eu particularmente, embora deteste guerra, não acho razoável esperar da MS que não forneça equipamentos para o seu exército.