Qual foi o ultimo jogo que você terminou? Dêem sua opinião/nota

Morts

Viciado
12,426
7,147
Cotia
Banner Saga 1
Plataforma: Xbox
Nota: 7

Gostei da historia, gosto de RPG táticos, otima surpresa.

Mutant Year Zero: Road to the Eden
Plataforma: Xbox
Nota 7

Adorei o jogo, pena q achei relativamente curto.

Agora estou na luta de terminar o banner saga 2 e ainda preciso terminar prey!
 
  • Curtir
Reações: Péricles Freitas

SOL INVICTUS

Viciado
PXB Gold
688
545
São paulo
Gears 4
Nota 9

Que evolução comparado com o Gears Ultimate hein?! Gráficos e som!

Porra, aquela tempestade parece que tá na minha sala. Puta imersão!

Ri muito com a dublagem, e aquela última fase é muuuuuito legal. (sem spoilers hehe)

Agora vem gears 5, espero uma evolução da Kait, já que ela será o ponto central da trama.

E qto a gráficos e som e mesmo impacto do jogo anterior

Flwww
 
  • Curtir
Reações: Péricles Freitas

Creis92

Viciado
3,238
2,900
Pernambuco
Acabei de zerar o Control. Ele de longe tem umas das melhores história sobrenaturais que ja vi tanto em jogos como filmes, mangás, série a etc. É muito interessante. A fisica e a mecânica de combate do jogo também são um primor. Ele também explica os eventos de Alan Wake, dando pano até mesmo pra fazer uma sequência do jogo. Mas não tem como fugir dos problemas do jogo. O principal sem dúvida é má otimização. O jogo tem quedas brutais de fps a ponto de travar o jogo só em mover a câmera. Até mesmo em cutscenes. Fora outros problemas pequenos.

Minha nota pro jogo é: 7.5
 

Morts

Viciado
12,426
7,147
Cotia
Bem esse mes dei foco no gamescore, então fechei na sequencia:
Walking dead Season 1
Walking dead Season 2
Walking dead 400 days

Dou 7 para todos, pra mim o ponto forte desses jogos são a historia...

Indo pro final do Walking dead season 3 e junto com isso jogando o Devil May Cry 5
 

Tauguro

Viciado
1,535
1,241
Rio de Janeiro
Finalizei no domingo Final Fantasy XV, não sei o que dizer, claramente lançaram ele incompleto.
A historia achei boa, mas a jogabilidade é péssima, talvez seja a pior da franquia.
As Dlcs achei bacana.

Nota 6.5.
Só o Nomura salva essa franquia.
 
  • Curtir
Reações: Morts

Morts

Viciado
12,426
7,147
Cotia
Bom faz tempo que não posto os jogos que terminei então vamos lá.
Terminei DMCV e gostei muito do jogo, não sou fã da franquia, mas gostei desse.
Nota 8, pq achei o jogo bem facil.

Fechei tbm gears 5 e após passar o hype, me questionei sobre varias coisas, sendo assim, posso dar um 8,5 tranquilamente ao jogo.

Agora entrei no modo: finalizar jogos que comprei e dropei, indo para MG5 e RDR2.
 

Blanka

Jogador
2,369
624
João Pessoa, PB
Jogo: Gears 5
Nota: 8,5


Quinto jogo de uma das minhas séries favoritas no mundo dos jogos. Sou fanático pela série. Primeiramente, tenho que parabenizar e reconhecer o trabalho da Microsoft para melhorar a versão do PC, o jogo está bem otimizado (pelo menos eu não tive as mesmas dores de cabeça que tive com Gears Of War 4). O jogo consegue ser melhor que o mediano Gears 4, que para mim, é tão ruim quanto o Gears: Judgment. Voltando ao jogo que importa:


+Gameplay. Uma das coisas que mais odiei no Gears 4 foi o fato de que o combate, o gameplay do jogo, continuava o mesmo, não tinha um pingo de evolução em relação à serie original, era mais do mesmo. No entanto, nesse melhoraram, e muito: adicionaram elementos RPG, que no geral, funcionam muito bem. A adição de Jack como uma espécie de "skill" funciona muito bem e muda o gameplay de uma forma extremamente positiva; o jogo fica muito estratégico, principalmente se você joga em uma dificuldade elevada. Além disso, agora o mapa do jogo, em certos locais, são grandes, dando liberdade para você explorar e procurar colecionáveis e upgrades pro Jack, mas tudo bem limitado, você basicamente só fica andando sem poder sacar as armas e correr. Tem uma parte que isso funciona muito bem que é na sede dos forasteiros, pois tem vários pontos de interesses legais que você pode interagir, nessa parte a Microsoft trabalhou muito bem; NPC's conversando, interagindo uns com outros, diversificação de seres, como por exemplo, animais, costumes lá da área, alimentação deles, tudo bem detalhado, mas uma pena que o Studio só se esforçou nessa parte para mostrar algo de diferente, pois de resto, é bem mais do mesmo. Em certos momentos, isso no ato 2 e 3, o mapa fica "enorme" e você anda em algo chamado bote, essa novidade em Gears é boa, mas eu esperava mais; o bote serve apenas para uma coisa: ir de um canto a outro e você fica com sensação de "é só isso? não tem mais nada?", além disso, o mapa aonde você anda com o bote é bem "morto", tentei dá uma explorada, cheguei a encontrar umas armas raras, mas ficava com a sensação de que estava andando no mesmo local por horas, um vazio enorme (em certos momentos eu desejava que o jogo tivesse um fast travel, porque não tinha mais saco para ficar andando naquilo para chegar no outro local). As missões secundárias são OK, nada de anormais, funcionam, mas nada demais. Eles também adicionaram elementos de stealth no jogo e é aí aonde o jogo fica estratégico; você precisa usar as skills certas nos momentos certos, mas tem uns momentos de stealth que simplesmente não funcionam. Por exemplo, os Deebes infectados, basicamente, eles ficam parados em uma quantidade absurda em uma sala extremamente fechada, uns em cima do outro. Para matar alguns, nessas partes, você têm que usar bem as skills, mas o coldown delas desmotiva e você sai atirando em todos. Sem falar quando a IA do jogo atrapalha e aparece na frente deles, quebrando totalmente a estratégia stealth. Quanto a mecânica do jogo, ela continua perfeitamente fluída, muito boa. 8,5.

+/-História. No final do quarto jogo, muitas pontas ficaram soltas, principalmente envolvendo a Kait, e eu esperava que essas coisas fossem bem exploradas no quinto game. Não nego, de fato foram, mas infelizmente, não do jeito que eu esperava. Em uma parte do jogo, eles tentam explicar o fato da Kait ter aquelas conexões com os Swarm, mas sem muito aprofundamento.
No ato 2, a Kait entra em uma espécie de máquina para eliminar essa conexão, mas o jogo não explica nada, ao não ser falar que lá foi aonde Myrrah aprendeu a controlar seus poderes. Quando a Kait entra, ela acaba tendo uma visão de sua mãe e inexplicavelmente - isso me faz lembrar do final porco do quarto jogo, quando a Kait mata a mãe e deixa o corpo lá aonde os Swarm's estavam transformando ela em rainha. Mais do que previsível que os Swarm's iriam, inexplicavelmente, reiniciar o processo e ela iria, inexplicavelmente, virar a Rainha - ela acaba acordando a sua mãe de um profundo sono ou simplesmente, ressuscitou. Quando ela sai dessa máquina, ela não volta a ter mais a conexão com os Swarm's (simplesmente aconteceu). Além disso, o que fizeram com o JD foi algo sem perdão; transforam ele num daqueles personagens que faz as coisas sem pensar nas consequências, não só isso, tem um diálogo dele lá com o Del forçado que me veio logo na cabeça: a Microsoft está querendo matar ele para que a Keit seja a protagonista da história (nem preciso dizer quem eu escolhi para matar, a final, a Microsoft me deu vários motivos para matar ele e não o Del, mesmo o segundo sendo o personagem que eu menos tenho empatia de toda a série Gears).
Os novos personagens são ótimos,
descanse em paz a melhor personagem dessa nova série de Gears que só durou 5 minutos por ter Carmine no nome: Lizzie.
Mas no geral, é uma experiência bem Gears, com momentos altos e baixos.
7,0.

+Som.
O som no geral é ótimo, a dublagem do jogo é muito boa e a trilha é excepcional, tão boa quando a do segundo jogo. Os sons das armas continuam ótimos, principalmente das novas, simplesmente fantástico. 10.
 

tric-one

Viciado
604
391
Brasil
Terminei o Assassin's Creed Origins
O jogo é bom, mas é muito aquém do que eu esperava. Assim que eu vi que seria um assassin's creed passado no Egito já imaginei um jogo com roteiro semelhante ao do filme Stargate: a civilização egípcia sendo controlada por seres evoluídos, poderosos e com acesso a uma tecnologia tão sofisticada que as pessoas pensariam que eles seriam deuses. Nada disso. O jogo se passa no Egito helênico, isto é, depois da conquista de Alexandre o grande. Bem, não é um período da história horrível, mas poderiam ter escolhido algo melhor... Bayek, o protagonista, lembra o Ezio do assassin's creed II. Digo isso porque ambos buscavam justiça e vingança. Bayek não é o personagem mais carismático da série, mas também não é o mais chato. Ele é mediano. Ele é morno. Tudo relacionado a história desse jogo é morno. É mais ou menos. Levando em conta que os dois jogos anteriores da série foram duas porcarias (unity e syndicate), a história do origins teve uma boa performance. As melhores partes são as explorações de tumbas. As piores são as partes repetidas nas missões secundárias. Por exemplo, é normal ver nesse jogo pessoas boas fazendo coisas ruins porque estão sendo chantageadas. Há uma missão na qual umas crianças cometem furtos porque um homem sequestrou a cachorra delas. Elas roubam coisas para ele para ter sua amiga peluda de volta. Há outra missão que uma mulher judia de um boi tido como sagrado dando caroços de pêssego para ele comer. E ela faz isso porque está sendo chantageada. E essa história se repete muitas vezes, tornando o jogo previsível. Outra coisa que não gostei foi a falta de pontos de transporte rápido no jogo. O mapa é imenso e às vezes ir para um lugar do mapa leva muito tempo. O sistema de combate é bom, mas seria melhor se o Bayek chegasse automaticamente perto dos inimigos para golpeá-los. Por várias vezes eu dava golpes no ar no lugar de acertar um inimigo durante uma luta.
As partes boas do jogo são os gráficos, a quantidade de missões, a variedade na fauna e nas inúmeras estratégias possíveis, devido à complexidade das armas. Algumas armas causam dano que provoca hemorragia, outras são inflamáveis e há ainda armas envenenadas. Tem para todos os gostos.
É isso, o jogo é bom mas deixa aquela sensação de que poderia ter sido melhor. É inegável que a ubisoft salvou a franquia depois das porcarias que foram o unity e o syndicate, mas ainda assim o origins é inferior aos assassin's creed da antiga geração.
Nota: 75/100
 
  • Curtir
Reações: Victal

Victal

Viciado
11,202
9,899
Feal Seal - The Arbiter's Mark
Pra resumir: É o melhor clone de Final Fantasy Tactics que existe.
Uma boa história, personagens bacanas e tudo o que um fã de FFT poderia querer. Inúmeras classes, capacidade de usar habilidades de uma classe como secundária, classes secretas, side-quests, customização do visual dos personagens, meu o joguinho tem tudo!
O ponto negativo fica por conta do fato de ele ser indie com orçamento limitado, então os gráficos por vezes aparecem meio rústicos, mesmo ele sendo todo 2D. Sim, 2D. Como assim? É meio que um isométrico imitando 3D, sei que parece estranho mas funciona. Também rola as vezes uma discrepância entre o sprite de alguns personagens e seus rostos nas janelas de mensagem.
O jogo lançou em abril, teve pouquíssimas reviews, mas está com média 86 no mc.
Nota: 8,5

 
  • Curtir
Reações: Morts

Morts

Viciado
12,426
7,147
Cotia
Enfim, finalmente, terminei o RDR2.
Bom peguei o jogo no lançamento, hype nas alturas, comecei super empolgado, mas foi questão de algumas horas jogando e todo o hype foi embora.

Achei o jogo com uma historia muito lenta e desnecessariamente grande. Serio mesmo o jogo é desnecessariamente grande.

Vc pode cortar ali o capitulo 5 inteiro, que não faz diferença nenhuma, cortar o epilogo 1 inteiro e resumir tudo no epilogo 2....Esse ultimo que acaba virando um the sims de umas 6h para enfim te levar a ultima missão que é a melhor de todo o epilogo.

O capitulo 4 então....nem se fale, vc passa umas 20h escutando o Dutch: eu tenho um plano....precisamos de dinheiro.....eu tenho um plano.....precisamos de dinheiro.....
Cara isso me consumiu, ainda mais pq os planos do Dutch, todos, são sem noção e vc se pergunta como aquelas pessoas seguiram aquele cara...Tanto que esse questionamento só vem aparecer no capitulo 6....meu deus...

Vou dar uma nota 8,5 pelo trabalho que a RS fez no mundo, mas confesso que esse estilo de jogo da RS ja cansou. Mundo aberto com missões extremamente lineares, tão lineares ao ponto que se vc não matar as pessoas na ordem certa ou sair da trilha com seu cavalo te resultam em missão falha.
 

tric-one

Viciado
604
391
Brasil
Mortal Kombat Shaolin Monks

Todo mundo me falava "Você TEM que jogar o Mortal Kombat Shaolin Monks!" Faz um tempo que voltei a jogar Mortal Kombat 9 e aproveitando essa onda saudosista, resolvi dar uma chance ao Shaolin Monks. É um jogo de beat 'em up de 2005, portanto não criei expectativas de gráficos fodões ou jogabilidade refinada. Para minha surpresa, o jogo tem gráficos bons e um sistema de combos bem legal. À medida que o jogo avança, o protagonista (Liu Kang ou Kung Lao) ganha acesso a novos combos, habilidades e fatalities. A história é bem legal também, mostrando vários cenários dos jogos Mortal Kombat e explicando várias coisas que aconteceram na história desde o fim do Mortal Kombat I.

O que mais gostei é que o jogo é cheio de segredos, como cenários secretos, lutadores escondidos, coletáveis que só podem ser coletados matando inimigos de uma certa forma etc Alguns desses segredos eu só achei porque li na internet um guia. E aí vai um ponto negativo do jogo: Eu tive que usar um guia porque o mapa é muito confuso. Por exemplo, se você tem que sair da Academia Wu Shi e ir para a Floresta Viva, no mapa do menu pause diz uma coisa. Mas aí você chega lá e é outro cenário. Aí volta tudo de novo. E os inimigos sempre dão respawn. Quando fui ver já estava com 20 mil pontos de experiência por derrotar os inimigos, desbloqueado tudo e nem estava na metade do jogo! Eu fiquei zanzando pra lá e pra cá procurando para onde ir. Isso é muito chato! Outra coisa que não gostei é que há poucos savepoints. Morreu ou tem que desligar o videogame? Prepare-se para voltar muito quando retomar a jogatina. Isso era comum em jogos antigos, então vou dar uma colher de chá. Joguei com o Liu Kang e desbloqueei o Scorpion. Futuramente, acho que ano que vem, eu pretendo jogar de novo mas com o Kung Lao para desbloquear o Sub zero.

Eu leio com frequência pessoas pedindo na internet por uma versão HD desse jogo. Depois de jogá-lo, prefiro que tal versão não seja lançada e que seja lançada uma versão completamente nova levando em conta a potência dos consoles atuais. Poderia ser um Shaolin Monks com mais cenários, possibilidade de escolher mais lutadores, modo online co op, gráficos atuais etc. Ficaria um jogo bem bacana.
Nota: 75/100
 
  • Curtir
Reações: Morts

Morts

Viciado
12,426
7,147
Cotia
Fechei essa semana o COD MW novo...
Meu deus bichão, que jogo!
Fazia tempo que não jogava um COD que me empolgava...e olha q eu sempre to jogando esses cods.
A campanha do jogo é muito boa, muito mesmo, historia bacana, gráficos bons e o melhor: Sem trofeu online!!!!!
9/10 no meu ponto de vista
 

barbaromt92

Jogador
101
57
Mato Grosso
Red Dead Redemption 2
Nota 10!

Fechei semana passada. Jogo fantástico, história exemplar, missões marcantes, gráficos e trilha sonoras de primeira, enfim, um dos melhores jogos dessa geração. Confesso que no começo é meio truncado, possui algumas missões chatas, a demora em cruzar o mapa todo cansa as vezes e tudo mais, mas isso tudo não tira o brilho do jogo. Sempre fui fã desde pequeno de filmes do velho-oeste e esse jogo retrata muito bem o fim desse período, o contraste entre o interior e o avanço do progresso, o dilema entre o certo e o errado, enfim, recomendo a todos! É um jogo que possui uma imensidão de coisas a se fazer, missões secundárias, caça, pesca, trabalhos, etc, ou seja, que facilmente toma o seu tempo por horas e horas. A Rockstar mais uma vez se superou em um jogo!
 
  • Curtir
Reações: Morts

Morts

Viciado
12,426
7,147
Cotia
Red Dead Redemption 2
Nota 10!

Fechei semana passada. Jogo fantástico, história exemplar, missões marcantes, gráficos e trilha sonoras de primeira, enfim, um dos melhores jogos dessa geração. Confesso que no começo é meio truncado, possui algumas missões chatas, a demora em cruzar o mapa todo cansa as vezes e tudo mais, mas isso tudo não tira o brilho do jogo. Sempre fui fã desde pequeno de filmes do velho-oeste e esse jogo retrata muito bem o fim desse período, o contraste entre o interior e o avanço do progresso, o dilema entre o certo e o errado, enfim, recomendo a todos! É um jogo que possui uma imensidão de coisas a se fazer, missões secundárias, caça, pesca, trabalhos, etc, ou seja, que facilmente toma o seu tempo por horas e horas. A Rockstar mais uma vez se superou em um jogo!
realmente é um jogo fantastico.
Mas ele é bem demorado e tem muita missão pra encher linguiça, mas isso nao tira o brilho do jogo.
 
  • Curtir
Reações: barbaromt92

ZetzX

Viciado
Enfim, finalmente, terminei o RDR2.
Bom peguei o jogo no lançamento, hype nas alturas, comecei super empolgado, mas foi questão de algumas horas jogando e todo o hype foi embora.

Achei o jogo com uma historia muito lenta e desnecessariamente grande. Serio mesmo o jogo é desnecessariamente grande.

Vc pode cortar ali o capitulo 5 inteiro, que não faz diferença nenhuma, cortar o epilogo 1 inteiro e resumir tudo no epilogo 2....Esse ultimo que acaba virando um the sims de umas 6h para enfim te levar a ultima missão que é a melhor de todo o epilogo.

O capitulo 4 então....nem se fale, vc passa umas 20h escutando o Dutch: eu tenho um plano....precisamos de dinheiro.....eu tenho um plano.....precisamos de dinheiro.....
Cara isso me consumiu, ainda mais pq os planos do Dutch, todos, são sem noção e vc se pergunta como aquelas pessoas seguiram aquele cara...Tanto que esse questionamento só vem aparecer no capitulo 6....meu deus...

Vou dar uma nota 8,5 pelo trabalho que a RS fez no mundo, mas confesso que esse estilo de jogo da RS ja cansou. Mundo aberto com missões extremamente lineares, tão lineares ao ponto que se vc não matar as pessoas na ordem certa ou sair da trilha com seu cavalo te resultam em missão falha.
Interessante. Eu, mesmo com um xbox one X, tenho receio de pegar esse jogo porque não gosto de jogo com muita enrolação; Para mim o que
define um bom jogo é o gameplay. História é um extra para mim. To evitando jogo muito filminho ou com muita coisa (chata) para fazer.
Para ter noção até GTA V eu achei que começou incrível mas se perdeu no caminho com "missões" que se resumiam a assistir cutscenes ou ir do ponto A ao ponto B.

Eu comprei o Bad Company 1 ontem, a campanha é curta e grossa porém muito divertida, a ação bruta e destruição impressionantes até hoje me cativaram tanto que já estou jogando pela segunda vez ( obrigado MS pela Retro)
 
  • Curtir
Reações: Morts

broskione

Viciado
402
290
Brasília
Fui fazer o rewards de jogo com uma menina como protagonista e escolhi o rise of the tomb raider que tinha comprado ano passado e parei logo no comecinho quando ela tem que fazer fogueira para se curar
Enfim, achei um jogo muito bom, o problema é que numa certa parte do jogo, resolvi fazer as tumbas e depois disso simplesmente não tinha como eu ir para a próxima missão principal, belíssima bola fora para mim, que me fez voltar tudo de novo, cheguei lá depois de umas 4 ou 5 horas (fui no modo "ignorância" não ligando pro mundo ao redor e focando só na história)
Mais perto do final, numa missão que começava do lado de uma fogueira, fiz 8 das 9 tumbas (uma é para lá dos 47 do 2° tempo e só descobri onde era depois que zerei) e aí consegui zerar
Não imaginava algumas das viradas do enredo (porém depois jurava que teria uma e não teve) e gostei bastante do jogo, daria um 9 tranquilamente, não fosse esse "bug" que me travou e me fez voltar do zero, o que querendo ou não é bem irritante
Sendo assim, 7,5
Agora tô pensando se faço a DLC da baba yaga, não sou muito fã da aparente pegada dessa expansão
Próximo jogo será o Old's man journey pela promoção de 1g = 1 ponto no rewards
Depois devo fazer um dos 500 que comprei e não joguei.. Control, greedfall, need heat, star Wars.. enfim, jogo é o que não falta
 

IronLexPM

Viciado
2,872
2,848
Barbacena


A Way Out - Xbox One

Foi adicionado ao catálogo do EA Acces recentemente e como era muito curioso quanto ao game, não pensei duas vezes. Assinei um mês do serviço por R$ 19,90 com o intuito de jogar esse e testar o Star Wars Fallen The Order, Acabei me dando mal com o SW que não teve período de testes. Bem, meus planos era tentar trazer minha esposa junto comigo nessa nova aventura e acabou que ela embarcou e foi um experiência muito divertida para ambos.

O jogo tem altas doses de cooperação, sendo impossível terminá-lo jogando sozinho. Ele é bem simples e não terá muitas dificuldades mesmo pra quem não tem o menor costume com jogos. O enredo é construído em cima da relação do dois e o final, meus amigos, que final foi aquele. No final das contas fiquei até chateado por ter esperado tanto tempo para poder jogar essa belezinha. Não farei isso com o próximo título dessa produtora.
 

Morts

Viciado
12,426
7,147
Cotia
Interessante. Eu, mesmo com um xbox one X, tenho receio de pegar esse jogo porque não gosto de jogo com muita enrolação; Para mim o que
define um bom jogo é o gameplay. História é um extra para mim. To evitando jogo muito filminho ou com muita coisa (chata) para fazer.
Para ter noção até GTA V eu achei que começou incrível mas se perdeu no caminho com "missões" que se resumiam a assistir cutscenes ou ir do ponto A ao ponto B.

Eu comprei o Bad Company 1 ontem, a campanha é curta e grossa porém muito divertida, a ação bruta e destruição impressionantes até hoje me cativaram tanto que já estou jogando pela segunda vez ( obrigado MS pela Retro)
Cara a historia é boa a jogabilidade é boa, mas é um jogo que vai consumir muitas horas fazendo varias coisinhas que no começo são legais, mas depois de 40h fazendo a mesma coisa se tornam cansativas.