Remedy anuncia seu multiplataforma Control

ronabs

Opa
Moderador
11,706
22,352
Porto Alegre
Os aplausos, o êxtase quando apareceu o logo da Remedy ontem à noite na conferência da Sony, só reafirma a qualidade da Remedy, de todos os jogos que ela fez ao longo dos anos, sem exceção. É um elogio direto a tudo que a empresa criou e representa no mercado.

Uma das melhores formas de reconhecimento.

 

ronabs

Opa
Moderador
11,706
22,352
Porto Alegre
Announcing Control, a new Remedy game
We have been working towards this moment for quite a while, and in the meantime tried to distract you with Uuno the dog escapades and videos of the new Remedy development studio. All part of the plan, rest assured!

From now on, it’s all about Control! It’s exciting and nerve-wracking to show our new game to you to say the least. We have been working on Control ever since Quantum Break (and before) and we managed to keep it under wraps up until now, but now it’s time to start talking about it. Thank you for being patient! The game is coming out in 2019 for Xbox One, PC and PlayStation 4.

We wanted to come out at E3 with a clear message on what kind of game Control is. It’s a single player game. It’s got story. It’s got action. It’s got mystery. It’s got that Remedy weirdness. It is a very deliberate thing that the trailer features gameplay. We are showing a 15 minute, behind closed doors, hands-off demo of Control at E3, and many of us from Remedy are over in Los Angeles to represent the rest of the team back in Finland.

Definitely keep your eye on gaming sites and social media to catch the latest on Control. We are all over E3 and are releasing a few episodes of our Remedy Roadshow on our YouTube channel chronicling our adventures in Los Angeles. At least the parts we are ready to show you…

So what is Control? It is in many ways something familiar, yet new from us. It’s a supernatural third person action-adventure with a cast of memorable characters and that twisted story you expect from Sam Lake and the rest of us at Remedy. Control is also a more gameplay-driven experience that gives players a lot of options on how to approach combat by giving you some cool supernatural abilities to upgrade, as well as the transforming Service Weapon that you can customize and develop. Control is a lot less linear of an experience compared to our previous games and offers more of a sandbox for players to enjoy and plenty of secrets to find in the Oldest House. Speaking of which, the headquarters of the Federal Bureau of Control is a very cool location for our game…we can’t wait to show you more on that. Finally, our heroine Jesse is another intriguing Remedy character with a mysterious past that you will get to discover… maybe.

What is also new is that we intend to keep the conversation going about Control with the community, instead of shutting up until the next big game conference™. Remedy as a company has become much more active in the past few years. We have opened up more and become more engaging. We’ll be releasing a steady stream of information on Control, including new screens, concept art, development diaries, and so on. Make sure you follow Remedy’s Associate Community Manager @vidaisonline and let her know your thoughts on Control via Twitter, Reddit, our forums etc. We are eager to hear from you.

Thank you for your patience and we’ll see you soon.

Thomas Puha (Head of Communications/ @riotrmd), Control development team and everybody at Remedy Entertainment
https://www.remedygames.com/announcing-control-a-new-remedy-game/


Muita viagem?
 
Última edição:

The Herdy

Viciado é pouco
PXB Gold
4,010
1,299
Continuo na mesma, em algum momento esse jogo vai entrar no mesmo universo de QB pode ser por coletáveis ingame ou algo assim.
 

DouglasFranchin

Jogador
2,363
1,600
Continuo na mesma, em algum momento esse jogo vai entrar no mesmo universo de QB pode ser por coletáveis ingame ou algo assim.
Também penso isso. Tem cara de ser no mesmo universo de Quantum Brake, e faria todo o sentido se fosse. Aí fica a pergunta, temos QB na Steam e no Xbox...será que veremos ele no PS4 algum dia?
 

kaizen

Suspenso
2,105
2,591
Uberaba
Pra quem está acompanhando, sabe dizer se a percepção do público geral está como a nossa aqui do PXB? Porque se a maioria do pessoal estiver vendo esse jogo como uma "cópia" de Quantum Break, bem, aí já ganharam um marketing negativo de graça e logo no primeiro anúncio.

Enfim, gosto muito da Remedy e espero que seja um bom jogo, espero ver uma evolução, porque apesar de gostar muito de Quantum Break, ele poderia ser melhor em diversos aspectos. E tem que ser um jogo longo, porque hoje em dia ninguém quer pagar full price em um jogo de 10h.

Enviado do meu Moto G (5) Plus usando o app mobile do PXB!
 

patrickfb

Viciado
1,307
1,597
Vila Velha - ES
Pra quem está acompanhando, sabe dizer se a percepção do público geral está como a nossa aqui do PXB? Porque se a maioria do pessoal estiver vendo esse jogo como uma "cópia" de Quantum Break, bem, aí já ganharam um marketing negativo de graça e logo no primeiro anúncio.

Enfim, gosto muito da Remedy e espero que seja um bom jogo, espero ver uma evolução, porque apesar de gostar muito de Quantum Break, ele poderia ser melhor em diversos aspectos. E tem que ser um jogo longo, porque hoje em dia ninguém quer pagar full price em um jogo de 10h.

Enviado do meu Moto G (5) Plus usando o app mobile do PXB!
em todos os lugares eu vi o pessoal fazendo comparação com QB

Enviado do meu Redmi Note 3 usando o app mobile do PXB!
 

Edu Barros

Viciado
PXB Gold
5,249
6,764
Ribeirão Preto
Pra quem está acompanhando, sabe dizer se a percepção do público geral está como a nossa aqui do PXB? Porque se a maioria do pessoal estiver vendo esse jogo como uma "cópia" de Quantum Break, bem, aí já ganharam um marketing negativo de graça e logo no primeiro anúncio.

Enfim, gosto muito da Remedy e espero que seja um bom jogo, espero ver uma evolução, porque apesar de gostar muito de Quantum Break, ele poderia ser melhor em diversos aspectos. E tem que ser um jogo longo, porque hoje em dia ninguém quer pagar full price em um jogo de 10h.

Enviado do meu Moto G (5) Plus usando o app mobile do PXB!
As threads que eu vi no Twitter estavam do mesmo jeito, todo mundo comparando com QB.
 

Spartan776

Novato
1,167
771
Eu assisti a conferência da Sony e quando veio o jogo eu falei: Quantum Break da Sony. Quando veio o logo da Remedy, aí tive certeza. Mas vamos esperar pra ver o que ele muda em relação ao Quantum Break de fato. Para mim até então com aquele teaser, tive essa impressão de cópia. Pode ser que nos surpreendamos.
 

ronabs

Opa
Moderador
11,706
22,352
Porto Alegre
Essa situação lembra muito uma que a From Software passou há alguns anos.

Fizeram um jogo exclusivo (Demon's Souls) pra PS3, que não teve a atenção que merecia na época mas conquistou fãs à medida que o tempo ia passando.

Anos depois, criaram uma sequência espiritual aproveitando muita coisa (engine, jogabilidade, mecânicas, proposta) mas com outro nome (Dark Souls), já que não tinham posse da IP.

Uma publisher third party se dispôs a bancar essa sequência (Bandai Namco) e ela virou multiplataforma, chegando ao console da concorrência.

Dá pra trocar os nomes sublinhados por Remedy, Quantum Break, Xbox One, Control e 505 Games e a situação é igual.

O mundo dá umas voltas doidas e a gangorra tá sempre trocando de posição.
Uma hora por cima, outra por baixo, ora "ganhando", ora "perdendo".
Ganhar é legal, estar por cima é fácil, todo mundo gosta.
Ver uma dev ligada à concorrente aparecer no seu console tem um gostinho especial.
Mas quando o contrário acontece, tem que saber perder também, e isso nem todo mundo digere bem.
 
Última edição:

xJohnKennedy

Viciado
1,398
1,471
Goiás
Eu quero é mais que esse jogo seja uma continuação de QB. Joguei aquele jogo duas vezes e até hoje eu fico teorizando as viagens no tempo e como tudo aquilo aconteceu e o que tinha no fim do tempo. Se seguir a mesma pegada do "jogo pai" em narrativa e jogabilidade para mim estará de bom tamanho e será compra certa.
 

Saci

Heimdall dos Pampas
Moderador
9,805
12,451
O mundo dá umas voltas doidas e a gangorra tá sempre trocando de posição. Uma hora por cima, outra por baixo, ora "ganhando", ora "perdendo".
Não falo por todos, Ronabs, mas pelo menos pra mim, que estava esperando o próximo título da Remedy, e eu sabia que seria multiplataforma, é a decepção de não ser surpreendido com uma coisa "nova". Eu estou lutando contra minha primeira impressão, na verdade, eu realmente fiquei constrangido a cada segundo que eu via Quantum Break naquele trailer. Estou lutando porque na hora de jogar, no decorrer do jogo, pode ser que os jogos acabem se diferenciando bastante. Pode ser que eu goste desse mais do que gostei de Quantum Break, por que não???

Mas aqui na barriga a sensação não ficou legal, tomara que isso mude. Gosto muito da Remedy.
 

ronabs

Opa
Moderador
11,706
22,352
Porto Alegre
Não falo por todos, Ronabs, mas pelo menos pra mim, que estava esperando o próximo título da Remedy, e eu sabia que seria multiplataforma, é a decepção de não ser surpreendido com uma coisa "nova". Eu estou lutando contra minha primeira impressão, na verdade, eu realmente fiquei constrangido a cada segundo que eu via Quantum Break naquele trailer. Estou lutando porque na hora de jogar, no decorrer do jogo, pode ser que os jogos acabem se diferenciando bastante. Pode ser que eu goste desse mais do que gostei de Quantum Break, por que não???

Mas aqui na barriga a sensação não ficou legal, tomara que isso mude. Gosto muito da Remedy.
Eu acho realmente que é algo nessa linha Demon's > Dark Souls, empresa queria continuar trabalhando na franquia, um acordo com a dona da IP não deu certo e decidiram fazer algo "novo" mas bebendo diretamente da fonte original. Como gostei de Quantum Break (na minha opinião, o melhor AAA da Microsoft na geração), embarquei fácil.

E aquele release que soltaram no site me animou, falando que Control é uma experiência mais focada no gameplay e ao mesmo tempo menos linear, com mais espaço para exploração.

Agora é torcer pra não atrasar.:laughing:
 
  • Curtir
Reações: brenicio e SouzaRJ

Saci

Heimdall dos Pampas
Moderador
9,805
12,451
E aquele release que soltaram no site me animou, falando que Control é uma experiência mais focada no gameplay e ao mesmo tempo menos linear, com mais espaço para exploração.
Então, é aí que aposto que pode rolar a diferenciação. Resta saber se será um "diferente bom".
 

SouzaRJ

Acho que to ficando velho
PXB Gold
9,440
6,724
Nova Iguaçu - RJ
Eu simplesmente ADOREI o universo de Quantum Break... é disparado o melhor jogo do XONE na minha opinião.

Qualquer coisa que a Remedy produza na mesma pegada, é claro que eu vou abraçar sem pensar duas vezes.

Tomara que mesmo se mostrando ser um projeto de orçamento BEM menor, torço para que venha um jogão com a narrativa envolvente e interessante que só a remedy sabe fazer.
 

kaizen

Suspenso
2,105
2,591
Uberaba
Essa situação lembra muito uma que a From Software passou há alguns anos.

Fizeram um jogo exclusivo (Demon's Souls) pra PS3, que não teve a atenção que merecia na época mas conquistou fãs à medida que o tempo ia passando.

Anos depois, criaram uma sequência espiritual aproveitando muita coisa (engine, jogabilidade, mecânicas, proposta) mas com outro nome (Dark Souls), já que não tinham posse da IP.

Uma publisher third party se dispôs a bancar essa sequência (Bandai Namco) e ela virou multiplataforma, chegando ao console da concorrência.

Dá pra trocar os nomes por Remedy, Xbox 360, Quantum Break, Control e 505 Games e a situação é igual.

O mundo dá umas voltas doidas e a gangorra tá sempre trocando de posição. Uma hora por cima, outra por baixo, ora "ganhando", ora "perdendo".

Ganhar é legal, estar por cima é fácil, todo mundo gosta.
Mas tem que saber perder também, e isso nem todo mundo digere.
Acho que a grande diferença é que Dark Souls meio que foi considerado claramente um sucessor, nem que seja espiritual, desde sempre. Esse ai eu já não sei. Outro problema é que, pra mim, Quantum Break ficou devendo muito. Tipo, eu gostei do jogo, é excelente, mas é um jogo simples, bem simples. Um jogo com viagem no tempo e escolhas que não aborda a maravilhosa possibilidade que são finais diferentes. Por falar em escolhas, bem irrelevante essa parte, visto que elas não mudam quase nada, apenas o desfecho de alguns personagens, ou melhor, basicamente troca um personagem pelo outro dependendo da linha de escolhas. Puzzles poderiam ser muito melhor aproveitados usando as habilidades do Jack. E a série, pra mim, foi um puta, mas um puta investimento NO LIXO. Chata, sem graça, focada em personagens sem sal que você nem lembra o nome. E também não vi sentido em usar aqueles atores, pra mim mais custo desnecessário.

A história de Quantum Break, inclusive muito do que é contado através de cartas, e-mails, documentos, é excelente. O plot da Beth nem se fala, incrível. Mas é apenas uma excelente narrativa jogada em um jogo meio-termo. Um jogo divertido, mas que não marca. E, novamente, muito curto pelo preço cobrado. Demorei um ano para jogá-lo porque para mim é totalmente fora de cogitação pagar 100+ em um jogo com 10~15h de gameplay NO MÁXIMO, um valor justo seria uns 50~70 (no meu ponto de vista), que inclusive é o que é cobrado em Hellblade Senua's Sacrifice.

Enfim, espero que a Remedy se supere nesse jogo.