Subnautica: primeiras notas e impressões

Johannes

Viciado
8,934
5,415
Subnautica saiu do Early Access no Steam essa semana e já vem conquistando belas notas.

Trailer:


Notas

Open Critic 89
http://opencritic.com/game/5437/subnautica

Metacritic atual 90 com 8 reviews.
http://www.metacritic.com/game/pc/subnautica/critic-reviews

Avaliação do público no Steam 93% muito positivas com mais de 50 mil avaliações.

Destructoid
Jan 23, 2018
95
Subnautica works brilliantly as a serene, lonely, contemplative adventure. It's one of those rare games I'd take to a desert island.

GameSpace
Jan 23, 2018
95
Unknown Worlds Entertainment has delivered everything they said they were going to plus so much more with more updates on the launch horizon and for these reasons they can easily be forgiven for taking this long. It was worth the wait.

IGN
Jan 25, 2018
91
Subnautica is a template for what open-world survival games should strive to be. It’s fantastical, fresh, and frightening from surface to seabed, with a story that kept on surprising me and a cast of sea monsters that quite literally haunted my dreams. Even with more than 50 hours sunk, I have yet to discover all of its secrets. It’s a testament to how enticing those secrets are that I’m willing to face my fears and plunge my submersible into the darkest corners of its unforgiving ocean again and again.

Windows Central
Jan 24, 2018
90
Subnautica is an exceptional game of exploration, crash-landing the player on an unknown planet with unfamiliar terrain, unexplored depths, and strange wildlife. While some smaller creatures will appear more afraid of you, it's the larger predators that will make your oxygen levels quickly drop with the increased heart rate. It's a game that captivates you as soon as you step out of the lifeboat with the gorgeous water effects and stunning environment.

  1. Eurogamer
    Jan 24, 2018

    An oppressively beautiful portrayal of an undersea environment, and a well-wrought survival game with a vaguely eco-friendly message. [Recommended]

  1. Kotaku
    Jan 24, 2018

    Saying much more would spoil the pleasure of letting the mysterious story unspool. Trust me that it’s worth experiencing.

  1. Rock, Paper, Shotgun
    Jan 24, 2018

    Subnautica is at the top of my mental list of the greatest survival games. [RPS Recommended]
---------------------------------

O que é Subnautica:
é um jogo de mundo aberto subaquático focado em exploração, sobrevivência e crafting. O mundo do jogo é um planeta oceânico que você deve explorar para conseguir recursos que te permitam sobreviver no ambiente hostil e selvagem. A história tem um clima de mistério sci-fi onde você conforme explora, vai juntar pistas e descobrir os motivos que levaram sua nave a cair nesse planeta, além de entender o que aconteceu com o resto da tripulação.
 
  • Curtir
Reações: SouzaRJ

Johannes

Viciado
8,934
5,415
Depois de perder meu sono por umas duas noites já posso dizer que as impressões são as melhores possíveis. Subnautica tem um nível de exploração e complexidade de sistemas que não lembro de ter visto em outro jogo que não fosse um simulador.

Imaginem uma mistura entre O Segredo do Abismo, Perdido em Marte e Minecraft. Subnautica é um pouco de cada.

Quem não gosta de crafting pode querer evitar o jogo, mas digo que nunca vi um crafting tão divertido, simples, coerente e gratificante. Isso porque a tecnologia sci-fi do jogo, com suas várias ferramentas, veículos, habitáculos e máquinas diversas são liberadas de forma gradual conforme você vai explorando mais o mundo aquático.

Como todo survival, tem as barras de sede e fome, mas o legal é que ele te dá a opção de jogar com ou sem essas funções. São três modos: o survival completo, um modo sem fome e sede e outro onde apenas se explora e constrói coisas. Bela sacada dos devs em dar essa opção. Lembrando que o jogo é totalmente single player.


A exploração em Subnautica exige que você se aventure por diferentes biomas conforme vai adquirindo ferramentas e veículos melhores que permitam ir mais fundo ou evitar certos predadores e outras ameaças. Há uma enorme coesão entre o equipamento que você possui e os limites impostos à exploração. Dá uma clara impressão de metroidvânia 3D em mundo aberto graças a essa coesão.

Esse é o principal motivo de não haver aquela sensação de repetição e tédio comum aos jogos de sobrevivência com crafting. E o jogo é bem espartano na apresentação do gameplay. A IA explica algumas coisas, mas no resto você tem que se virar e não existe tutorial.


Escanear coisas é essencial para descobrir detalhes da fauna e flora do planeta, mas também permite que se colete novas blueprints (esquemas) para a fabricação de itens diversos, conforme você analisa fragmentos de destroços da Aurora, nave da qual seu personagem era tripulante e que caiu no planeta oceânico. Assim, você sai pelo planeta tendo que escanear plantas, fungos, peixes, minérios, destroços de maquinas, etc.

Até aí nenhuma novidade, já que é algo bem repetido em jogos sci-fi. É difícil explicar essa parte sem dar spoilers, mas garanto que não é nada chato sair escaneando o mundo do jogo porque o resultado disso é sempre gratificante e dá uma impressão de se estar na pele de um cientista investigando um mundo alienígena de ponta a ponta, ou seja, a imersão é total e o scan é parte integral disso, sem falar que as explicações dadas pela IA do jogo são sempre muito boas.

Outro fato para tornar a exploração divertida é a complexidade dos biomas. O jogo está repleto de vida com inúmeras espécies de peixes, plantas, fungos, águas-vivas, algas, etc. Os biomas são diversos como cavernas, vulcões, recifes de corais, florestas submersas, montanhas submersas, fendas profundas...

A fauna do jogo impressiona. Cada ser vivo tem um comportamento realista. Exemplo: peixes pequenos e herbívoros terão medo de você e tentarão fugir ao te ver. Peixes carnívoros virão pra cima, independente se estiverem sozinhos ou não. Dependendo da espécie, o comportamento determina se poderá ser encontrada em certas horas do dia ou da noite ou em profundidades extremas. O barulho ou a luz podem atrair predadores perigosos ou apenas herbívoros curiosos.

É comum ver certas espécies seguirem rotinas bem claras e definidas. Cada bioma tem suas espécies específicas. Mass Effect Andromeda aqui passa vergonha em todos os quesitos possíveis quando se fala de representar vida selvagem alienígena. No Man Sky nem merece menção.

E como não poderia deixar de ser, o melhor da fauna do jogo fica para os leviatãs que são espécies de proporções gigantescas. Eles podem ser tanto pacíficos quanto agressivos. Só jogando pra saber a experiência de encontrar um leviatã agressivo no escuro total de uma fenda submarina enquanto você está em um veículo tão seguro quanto uma casca de ovo.


Nessas horas o jogo se transforma em algo mais tenso e aterrador que Resident Evil VII e Alien Isolation, sem exageros. Poucas vezes vi um jogo passar uma sensação de pavor como nesses momentos. Nas duas vezes em que vi o pior leviatã até aqui, a única coisa que fiz foi acelerar meu submarino o mais rápido possível e pra bem longe.

Tão bom quanto a fauna são os equipamentos e veículos. Os devs definitivamente buscaram grande inspiração nos jogos da Valve como Half-Life e Portal onde armas definiam o gameplay. Aqui é a mesma coisa, mas não vou comentar muito sobre elas porque uma das melhores coisas do jogo é ralar até conseguir pesquisar e fabricar aquele equipamento que vai ser extremamente útil no desenrolar da exploração.



A sensação de conseguir sua primeira arma depois de incontáveis horas servindo de saco de pancadas de peixes aliens pode ser definida nessa imagem:


Os veículos são um capítulo à parte. Todos muito detalhados e com possibilidade de modificações e personalização. Só digo que meu queixo caiu quando vi o nível de detalhes e subsistemas presentes quando construí a primeira doca seca (dry dock). Tem que jogar pra entender.

Sobre a história ainda estou longe de terminar, mas pelo que vi até aqui estou bastante interessado e vidrado no desenrolar dos acontecimentos. Cada descoberta no fundo do mar te leva a entender mais um pouco da história e nada é contado via cutscenes, mas sim por áudio logs deixados por tripulantes desaparecidos e outros tipos de artefatos. A IA faz comentários importantes que ajudam a entender melhor o que você acabou de descobrir. Tem sido um ótimo mistério de sci-fi até aqui, digno de filmes como O Segredo do Abismo.

Se antes eu tinha The Long Dark como o ápice do gênero survival, digo que Subnautica foi além e muito além. Candidato a GOTY de 2018 nem que seja em alguma categoria específica e é um pecado esse jogo não ter mais exposição.

Dica: não vejam vídeos sobre esse jogo. Se quiserem saber algo mais apenas assistam gameplays curtos do começo, caso contrário estarão estragando grande parte da descoberta que é jogar sem saber muito a respeito.
 
Última edição:
  • Curtir
Reações: Victal e ronabs

ronabs

Opa
Moderador
11,515
21,801
Porto Alegre
Pior que eu tenho esse Subnautica mas não me animei a jogar ainda, survival e crafting não é muito minha praia.

Não sabia que tinha história, talvez me aventure nele algum dia.

Também não sabia que tinha pra Xbox.
 

Johannes

Viciado
8,934
5,415
A versão do Xbox ainda não saiu do preview, mas os devs prometeram que sairá em breve.

Assim que eu conseguir deixar o jogo um pouco de lado eu posto impressões. rsrs
 
  • Curtir
Reações: Saci

scriptter

Viciado
390
339
Nordeste/BR
Logo quando lançaram o Subnautica no preview do Xbox, eu o comprei e joguei por alguns dias. Gostei muito do jogo, mas, em alguns momentos, a queda de fps prejudicava demais a experiência. Lembro que a empresa que cuida do jogo era muito ativa e lançava patches quase que semanalmente. Imagino que o jogo esteja mais bem acabado atualmente.
 

Johannes

Viciado
8,934
5,415
Logo quando lançaram o Subnautica no preview do Xbox, eu o comprei e joguei por alguns dias. Gostei muito do jogo, mas, em alguns momentos, a queda de fps prejudicava demais a experiência. Lembro que a empresa que cuida do jogo era muito ativa e lançava patches quase que semanalmente. Imagino que o jogo esteja mais bem acabado atualmente.
Eu não joguei no early access, mas os comentários gerais dizem que o jogo melhorou muito e a performance inclusive. No entanto, ainda existem quedas de frames e engasgos, isso no meu PC que tem uma 1060 com Core i5 demonstra que o jogo está mal otimizado ou que a engine é ruim pra rodar um jogo tão grande e complexo (Unity). Já até passei o jogo para o SSD e melhorou consideravelmente, mas ainda assim algumas vezes tem quedas.
 

Saci

Heimdall dos Pampas
Moderador
9,624
12,086
Eu não joguei no early access, mas os comentários gerais dizem que o jogo melhorou muito e a performance inclusive. No entanto, ainda existem quedas de frames e engasgos, isso no meu PC que tem uma 1060 com Core i5 demonstra que o jogo está mal otimizado ou que a engine é ruim pra rodar um jogo tão grande e complexo (Unity). Já até passei o jogo para o SSD e melhorou consideravelmente, mas ainda assim algumas vezes tem quedas.
Aparentemente a Unity tem esse trade off, dev ganha facilidades pra desenvolver e o jogo perde em performance.

Enviado do meu ASUS_Z012DC usando o app mobile do PXB!
 
  • Curtir
Reações: Johannes

Johannes

Viciado
8,934
5,415
Subnautica gave me the experience I wanted from No Man’s Sky
This underwater survival game makes exploration meaningful.
http://www.pcgamer.com/subnautica-gave-me-the-experience-i-wanted-from-no-mans-sky/
---------------------------------------------

A exploração nesse jogo não é apenas significativa, mas divertida e desafiante ao extremo. Não há jogo com o mesmo nível de exploração hoje. Nem Zelda BOTW, porque depois de um tempo você já sabe o que vai encontrar explorando o mundo do Zelda. Em Subnautica, você não faz a menor ideia e é surpreendido a cada instante em que vai mais fundo no oceano.
 
  • Curtir
Reações: scriptter e Saci

scriptter

Viciado
390
339
Nordeste/BR
Logo quando lançaram o Subnautica no preview do Xbox, eu o comprei e joguei por alguns dias. Gostei muito do jogo, mas, em alguns momentos, a queda de fps prejudicava demais a experiência. Lembro que a empresa que cuida do jogo era muito ativa e lançava patches quase que semanalmente. Imagino que o jogo esteja mais bem acabado atualmente.
Passando só pra atualizar meu relato.

Joguei bastante no último feriadão e parecia outro jogo. Praticamente não notei quedas bruscas de frames. Após mais de 1 ano longe do jogo, foi possível perceber que a performance e o conteúdo do jogo evoluíram MUITO.

O jogo ainda está na versão de acesso antecipado do xbox, mas não percebi nenhum bug. Acho que o lançamento oficial está muito próximo.

Recomendo fortemente a todos que gostam de survival, criação de bases, crafting e exploração.
 

Nirv

Viciado
3,146
1,998
O jogo é bom até você conseguir o submarino. Depois disso, ele acaba, pq é horroroso usar aquilo.
 

scriptter

Viciado
390
339
Nordeste/BR
O jogo é bom até você conseguir o submarino. Depois disso, ele acaba, pq é horroroso usar aquilo.
Joga no Xbox? Tá falando do seamoth ou do cyclops?

Usei muito o seamoth e não tive dificuldades.

LB ele sobe, RB ele desce. Isso ajuda muito na maioria das vezes.

Eu sei que existe um traje especial estilo do fallout, pois peguei algumas melhorias pra ele. Mas não consegui encontrar o blueprint do traje. =/

O cyclops é um monstro. Até consegui construí-lo, mas não tive coragem de sair com ele ainda. Kkkk
 

Johannes

Viciado
8,934
5,415
Cyclops. Você anda 200mt e acabou as baterias. O Seamoth é muito bom.
O Cyclops você tem que usar como base móvel. Ele não serve pra explorar como o Seamoth, mas pra levar ele pra longe e entupir de recursos, usar pra dormir e comer, vale muito a pena, fora a imersão que é coisa de louco. Pra pilotar tem que usar as câmeras, nem adianta tentar pela visão em primeira pessoa porque não dá certo.

Apesar de gostar do Cyclops meu veículo preferido é mesmo a PRAWN Suit. Sair na porrada com os peixes é divertido.
 

Nirv

Viciado
3,146
1,998
O Cyclops você tem que usar como base móvel. Ele não serve pra explorar como o Seamoth, mas pra levar ele pra longe e entupir de recursos, usar pra dormir e comer, vale muito a pena, fora a imersão que é coisa de louco. Pra pilotar tem que usar as câmeras, nem adianta tentar pela visão em primeira pessoa porque não dá certo.
Apesar de gostar do Cyclops meu veículo preferido é mesmo a PRAWN Suit. Sair na porrada com os peixes é divertido.
Mas pra explorar mais fundo, o Cyclops seria o ideal, pq o Seamoth tem limite de profundidade. Montei o meu na encosta perto das ruínas, pra poder explorar aquela região a fundo, mas não deu.
 

Johannes

Viciado
8,934
5,415
Mas pra explorar mais fundo, o Cyclops seria o ideal, pq o Seamoth tem limite de profundidade. Montei o meu na encosta perto das ruínas, pra poder explorar aquela região a fundo, mas não deu.
Pra explorar o fundo só mesmo a Prawn suit. Tem muito local do jogo mais pro final que você não vai conseguir passar com o Cyclops e mesmo que consiga, vai correr o sério risco de ter ele destruído por leviatãs.