[E3 2019] Resumão Xbox

O que você achou da conferência da Microsoft na E3 2019?

  • Ótima! Alcançou minhas expectativas

    Votes: 6 16.7%
  • Boa, mas poderia ser melhor

    Votes: 19 52.8%
  • Regular, nada de mais

    Votes: 10 27.8%
  • Ruim.

    Votes: 1 2.8%

  • Total voters
    36

ronabs

Opa
Moderador
11,680
22,300
Porto Alegre


Com a aquisição da Double Fine Productions e a criação de um estúdio dedicado a Age of Empires, a Microsoft conta agora com 15 estúdios de desenvolvimento: 343 industries, Age of Empires, The Coalition, Compulsion Games, Double Fine Productions, Microsoft Studios Global Publishing, The Initiative, inXile Entertainment, Minecraft, Ninja Theory, Obsidian Entertainment, Playground Games, Rare, Turn 10 e Undead Labs.

With the addition of Double Fine, there will be a total of 15 unique, standalone studios that comprise Xbox Game Studios, including our newly-created Age of Empires studio headed by Shannon Loftis and our Publishing group headed by Peter Wyse.

Fonte: Xbox News
 
  • Curtir
Reações: Manobiro e 2JLR

Tauguro

Viciado
1,032
913
Rio de Janeiro


Com a aquisição da Double Fine Productions e a criação de um estúdio dedicado a Age of Empires, a Microsoft conta agora com 15 estúdios de desenvolvimento: 343 industries, Age of Empires, The Coalition, Compulsion Games, Double Fine Productions, Microsoft Studios Global Publishing, The Initiative, inXile Entertainment, Minecraft, Ninja Theory, Obsidian Entertainment, Playground Games, Rare, Turn 10 e Undead Labs.

With the addition of Double Fine, there will be a total of 15 unique, standalone studios that comprise Xbox Game Studios, including our newly-created Age of Empires studio headed by Shannon Loftis and our Publishing group headed by Peter Wyse.

Read more at https://news.xbox.com/en-us/2019/06/09/double-fine-productions-joins-xbox-game-studios/#wC8rDwsIMszR4i4g.99
Double quem, Ronabs?
 
1,130
405
Assim, foi legal, mas eu confesso que fiquei meio decepcionado. Esperava bomba atrás de bomba, nem o projeto da Playground mostraram.
 

Rafael Marques

Viciado
761
1,597
São Paulo
A melhor coisa da conferência foi a XGP Ultimate, principalmente esse papo de ter as versões ultimate dos games.

O resto, mediano pra ruim. Sem gameplay de Gears, sem gameplay de Halo, sem grandes anúncios de aquisição, xCloud morna, sem jogo da Playground, sem Forza esse ano etc...
 

ronabs

Opa
Moderador
11,680
22,300
Porto Alegre
Não, não tem piada hahahaha
Quem são esses caras? Não conheço
Estúdio criado pelo Tim Schafer. Antes da criação da Double Fine, ele fez Monkey Island 1-2-3, Day of the Tentacle, Full Throttle e Grim Fandango, o cara só faltou fazer chover nos anos 90 com esses point and click adventures. O primeiro jogo já como Double Fine foi Psychonauts (que quase foi exclusivo do primeiro Xbox mas na época a Microsoft escolheu financiar outro que não lembro o nome agora, aí eles lançaram com o apoio da Majesco como publisher). Outros de destaque depois dele foram Brütal Legend (aquele com temática rock, com o Jack Black), Costume Quest, Iron Brigade, The Cave, Broken Age, Massive Chalice, alguns remasters e agora estão fazendo Psychonauts 2.

Eu gostei bastante desta aquisição, por um lado pode fechar algumas portas já que os jogos futuros serão exclusivos de Xbox/PC; por outro lado, a Double Fine faz jogos meio únicos, com pegadas tão diferente do que a maioria dos estúdios lança, que é uma equipe que eu volta e meia fico preparado pra ver quebrando depois de lançar um jogo e não dar certo, sabe. Fico feliz de saber que o futuro deles está a salvo.
 

Creis92

Viciado
2,622
2,223
Pernambuco
Nao quero ser o chato do rolê, mas achei essa conferência fraca. A do ano passado foi excelente, essa foi ok. Faltou grandes anúncios. Ano passado tivemos um alinhamento incrível (DmC 5, Sekiro, DL2 e vários outros), esse ano foram bem mais simples.

Mas eu estou feliz com a compra da Double Fine e que Psiconauts agora é da Microsoft e The Outer Worlds vai sair no Game Pass.

No mais senti falta do que eu sempre cobro: novas IPs AAA da Microsoft.
 
  • Curtir
Reações: SOL INVICTUS
Achei normal e já esperava isso, eles iriam focar em jogos e falaria pouco do resto, pois eles não iriam ficar dando muitas informações do novo console e até do xcloud! Poderiam ter dado data do x-cloud e ter falado mais, mais fazer o que né. O que gostei muito é que teve muita diversidade de jogos e eles focaram muito bem no game pass e estão investindo muito nele e acho isso muito bom. Agora é aguardar cenas dos próximos capítulos.
 
Última edição:
  • Curtir
Reações: Manobiro

Victal

Viciado
10,965
9,668
Estúdio criado pelo Tim Schafer. Antes da criação da Double Fine, ele fez Monkey Island 1-2-3, Day of the Tentacle, Full Throttle e Grim Fandango, o cara só faltou fazer chover nos anos 90 com esses point and click adventures. O primeiro jogo já como Double Fine foi Psychonauts (que quase foi exclusivo do primeiro Xbox mas na época a Microsoft escolheu financiar outro que não lembro o nome agora, aí eles lançaram com o apoio da Majesco como publisher). Outros de destaque depois dele foram Brütal Legend (aquele com temática rock, com o Jack Black), Costume Quest, Iron Brigade, The Cave, Broken Age, Massive Chalice, alguns remasters e agora estão fazendo Psychonauts 2.

Eu gostei bastante desta aquisição, por um lado pode fechar algumas portas já que os jogos futuros serão exclusivos de Xbox/PC; por outro lado, a Double Fine faz jogos meio únicos, com pegadas tão diferente do que a maioria dos estúdios lança, que é uma equipe que eu volta e meia fico preparado pra ver quebrando depois de lançar um jogo e não dar certo, sabe. Fico feliz de saber que o futuro deles está a salvo.
Excelente aquisição, com certeza.
A Double pode não fazer jogos enormes, mas sempre entrega qualidade. E o Tim Schaffer é um daqueles devs diferenciados que carrega nome.