Estúdio Brasileiro QUBYTE, anuncia seu jogo de estratégia para PC e Consoles

Status
Este tópico está fechado para novas postagens.

Max

Viciado
3,507
1,196
Santa Cruz do Sul
A QUByte, o mesmo estúdio indie brasileiro que nos trouxe HTR+ Racing, anunciou um novo título para PC, Xbox One, WiiU e PS4: Recruits, jogo de estratégia militar feito em parceria com estúdio da Austrália.

O estúdio entra em campo com seu novo jogo oferecendo bons recursos gráficos, ao utilizar a Unreal Engine. O objetivo é simples: participar de missões militares de resgate ou de tomadas de posição, com o uso da estratégia, já que embora o jogo conte com ação, a proposta é semelhante a clássicos do gênero.

“Estamos trabalhando com uma equipe especializada no aprimoramento da parte visual para oferecer uma ótima experiência aos jogadores e elevar ainda mais a qualidade da produção de games feitos no Brasil”, explica Marivaldo Cabral, o CEO e engenheiro de software da QUByte. Cabraltambém mantém expectativas de que Recruits ajude a valorizar as produções nacionais e reverter o cenário atual que conta com baixa penetração por causa da cultura dos jogadores, que “dão mais valor a grandes franquias”.

A versão para PC já está disponível na Steam no formato Early Access. “A arrecadação é revertida para o aperfeiçoamento do produto. Os usuários que pagam por ele cobram um resultado”, explicouCabral. E além dos computadores, versões para consoles também estão garantidas, pois a empresa tem aporte de investidores-anjos, que permitirão os ports.





E o título ser lançado para consoles conta com um grau de exigência maior. “Para computador, há uma oferta muito grande e a comunidade ajuda muito no processo de desenvolvimento do jogo. Os jogadores de consoles de mesa esperam um game de nível gráfico igual ou mesmo superior”.

A produção conta com a parceria da empresa australiana Commotion Games que começou a preparar o jogo. A QUByte ficou responsável por terminar e lançar o título, sendo a fornecedora exclusiva, assim como adicionar missões, melhorar o multiplayer e o gameplay.


Enquanto Recruits estiver em Early Access, a previsão do estúdio é a de ouvir as opiniões dos usuários e atualizar mensalmente o jogo até a final de sua produção, para o final deste ano. A configuração recomendada é de um processador com 2.5+ GHz multi-core e 8 GB RAM, além de placa de vídeoNvidia 8000 ou superior.

Fonte: ARKADE
 

Diego Sousa

Jogador
1,033
401
Fiquei feliz ao ler a noticia, achando que o Brasil estava tomando rumo, aí vi essa informação na Steam:

"Fev 2015
Looked very promising, but the developers decided to abandon it at pretty much the first possible opportunity.
Also, as usual, Valve doesn't give a frak and is still selling this abandonware.

Update May 5, 2015:
A user named mcabralsaid on the forum that development is being continued 'from now' and that they will announce their 'partnership with Commotion Games'."

Basicamente, diz que o estúdio brasileiro ABANDONOU o jogo e somente com a entrada do estúdio Australiano, o jogo andou e ganhou vida (os reviews antes disso são péssimos).

Parece que não estamos crescendo tanto quanto eu gostaria....
 
Fiquei feliz ao ler a noticia, achando que o Brasil estava tomando rumo, aí vi essa informação na Steam:
Basicamente, diz que o estúdio brasileiro ABANDONOU o jogo e somente com a entrada do estúdio Australiano, o jogo andou e ganhou vida (os reviews antes disso são péssimos).

Parece que não estamos crescendo tanto quanto eu gostaria....
Olha, pelo que li, é o contrário, o estúdio brasileiro resgatou o projeto abandonado.

Fonte: http://gizmodo.uol.com.br/estudio-brasileiro-salva-jogo-inacabado-no-early-access-do-steam-para-lanca-lo-ainda-esse-ano/
 
Status
Este tópico está fechado para novas postagens.